Médicos de Parauapebas participam de Workshop sobre Diabetes Mellitus

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Na última quarta-feira, 27, a Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realizou o Workshop sobre Diabetes Mellitus (DM2), que teve como objetivo demonstrar e discutir o uso de diferentes abordagens, terapias e tecnologias no tratamento da Diabetes de forma interativa, dinâmica e prática. A programação do workshop foi elaborada para que todos os médicos da atenção primária em saúde participantes vivenciem a rotina do paciente com DM2.

O diabetes mellitus é diagnosticado quando os níveis de açúcar no sangue são mais elevados do que o habitual em várias ocasiões. Os níveis normais são 126 mg/dL ou menos para o açúcar no sangue em jejum e 200 mg/dL ou menos para o açúcar no sangue sem jejum. É uma doença crônica que afeta a forma como o corpo metaboliza a glicose, principal fonte de energia do corpo. A pessoa com diabetes tipo 2 pode ter uma resistência aos efeitos da insulina – hormônio que regula a entrada de açúcar nas células – ou não produz insulina suficiente para manter um nível de glicose normal. Quando não tratado, o diabetes pode ser fatal.


Fatores de risco podem potencializar o surgimento da doença, como: idade acima de 45 anos, obesidade e sobrepeso, diabetes gestacional anterior, histórico familiar de diabetes tipo 2, pré-diabetes, sedentarismo, baixos níveis de colesterol HDL, triglicerídeos elevados, hipertensão e consumo elevado de álcool.

Em Parauapebas estão sendo acompanhados pelas Unidades Básicas de Saúde 4512 pacientes com diabetes mellitus 2, dos pacientes inscritos no programa de Diabetes Mellitus /SUS/ SEMSA , foram internados 67 pacientes por diabetes mellitus e 18 óbitos (ano 2021).
O público-alvo são 49 médicos clínicos da atenção básica de saúde, que serão orientados durante as programações do workshop que acontecerá a cada mês finalizando no mês de outubro.

veja também