Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Menino de 4 anos realiza sonho e conhece o trabalho do Corpo de Bombeiros

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Na manhã desta quinta-feira (06), o quartel do 27º Grupamento Bombeiro Militar (27º GBM), localizado no bairro do Mangueirão, recebeu uma visita mais que especial: Henrique Santos, de 4 anos. A criança, que veio com a família do município de Tomé-Açu para realizar procedimentos médicos na capital paraense, foi convidada a conhecer o quartel e as atividades dos Bombeiros pelo Cabo Marcos Mendes, que faz parte do efetivo do Grupamento do Mangueirão. O Cabo já tinha conhecimento da história de Henrique, e disse a sua família que poderiam ir visitá-los em um dia serviço da Guarnição. Henrique, ao ser perguntado sobre seu maior sonho, respondia de imediato: “ser ajudante de bombeiro”.

Durante a visita, os militares mostraram a família os materiais operacionais como mangueiras usadas em combate a incêndios, uniformes especiais, entre outros.


“Pudemos dar total atenção ao Henrique, irmãos e pais nesse dia tão especial. Na verdade, me senti muito feliz em mostrar mais dessa profissão que é tão respeitada pela comunidade. É algo que as crianças gostam bastante, e isso agrega valor à Instituição, pois trabalhamos para a população, e estar em sintonia com ela nos traz bastante alegria. Estar com crianças em nosso quartel é algo que nos ilumina.” disse o Cabo Marcos, em nome da Guarnição.

Além de vestir a camisa dos bombeiros, o pequeno ainda teve a grande – e esperada – oportunidade de passear na viatura, momento esse que resultou em inúmeros sorrisos, tanto das crianças quantos dos pais dela

Edilene dos Santos, mãe de Henrique, disse que ele vive lhe pedindo um caminhão de bombeiro, mas um caminhão de verdade, que tivesse um bombeiro dirigindo. “Foi aí que surgiu a oportunidade do meu filho conhecer um bombeiro e um caminhão de bombeiro de verdade. A visita foi linda e emocionante. Ver a alegria nos olhos dele e dos outros irmãos não teve preço. Foi a primeira vez que entramos em um quartel, conhecemos tudo de perto e vivemos todas as emoções possíveis. Só tenho a agradecer a toda a Guarnição pelo cuidado, a atenção e o carinho que nos deram.”

Henrique, todo entusiasmado de estar vivendo um sonho, já queria ficar trabalhando, não como ajudante, mas como Bombeiro Militar

“Foi muito, muito bom, joguei água, fiquei em cima do carro dos bombeiros, fiz tudo. Quero ser Bombeiro porque é melhor, podemos salvar vidas. Dirigir o caminhão que joga água foi bastante legal, quero voltar pra fazer tudo de novo.” disse o pequeno Henrique.

Publicidade

Veja
Também