Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Menino morre afogado na Praia do Tucunaré em Marabá

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Daniel Nunes morreu afogado na praia da Brasília, em Outeiro, no último dia 14, ao ser puxado pela correnteza no momento em que tentava pegar uma pipa. Os guarda vidas fizeram buscas no local junto com mergulhadores e o corpo foi encontrado por volta das 18h, uma hora depois da vítima ter desaparecido.

O jovem Luan Souza da Silva desapareceu no dia 15 de julho, por volta das 10h, quando tentava atravessar a orla de Itupiranga para a praia do Macaco. Os bombeiros de Marabá continuam as buscas pelo corpo. Já o menino Carlos Eduardo Araújo Costa se afogou neste domingo, 19, na praia do Tucunaré, em Marabá.


As ocorrências registradas pelos bombeiros ocorreram nos seguintes locais: Outeiro (128); Salinópolis (57); Ajuruteua (46); praia de Beja (33); praia da Gaivota (21); Mosqueiro (19); Colares (19); praia do Pontão (15); Guajará do Beja (11); Marudá (10); Salvaterra (8); Caripi (7); Levy (7); Mocajuba (6); Aldeia (6), Peixe-boi (4); Portel (4); Crispim (4); Ponta de Pedras (4); praia do Porco (4); praia do Crente (3); Baião (3); Tucunaré (3); Algodoal (2); Cotijuba (1); Santa Rosa (1); Caraparu (1) e praia do Macaco (1).

Ação – O Corpo de Bombeiros está trabalhando com 1.007 homens no serviço de proteção balneária em mais de 50 balneários na condição de guarda-vidas e socorristas no horário de 8h às 18hs. Também faz o serviço de prevenção nas estradas com militares resgatistas da corporação, que ficam em pontos fixos nas barreiras de Santa Luzia do Pará, Nova Timboteua, Santa Maria do Pará, Salinas, Mosqueiro e Outeiro.

Os bombeiros fazem ainda o trabalho de conscientização dos perigos relacionados aos acidentes aquáticos distribuindo folders com dicas de segurança e pulseirinhas de identificação às crianças, para agilizar o encontro delas caso se percam dos pais.

Para a Operação Verão, o Corpo de Bombeiros dispõe de um aparato logístico com mais de 30 meios de transporte e recursos de salvamento como viaturas, unidades de resgate, motocicletas, embarcações, ônibus, viaturas de atendimento rápido e jipe. Para o atendimento aquático, estão sendo usados caiaques, lanchas, pranchão, tubo de salvamento e nadadeiras. As viaturas e embarcações contribuem para a redução do número de ocorrências.

Reportagem: Maj. Adalmilena

Publicidade

Veja
Também