Mês de homenagem à arte circense na Casa da Cultura de Canaã

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

 No mês de março é comemorado o Dia do Circo (27/3) e a Casa da Cultura de Canaã traz uma programação recheada com espetáculo, oficina, contação de histórias e palestra sobre o circo na Amazônia paraense.

Durante o período de distanciamento social, as atividades da Casa da Cultura estão sendo realizadas de forma virtual, por meio da tecnologia do WhatsApp, ou em instituições parceiras, obedecendo as medidas preventivas à Covid-19. As atividades são gratuitas. Para participar é preciso solicitar nos telefones (94) 99160-8186 ou (94) 99220-3451.


Confira abaixo as atrações:
Contação de história em Libras:
“Tem bicho no Circo”

Nesta quinta-feira, 4 de março, às 20h, Monique Evelyn, intérprete da SignumWeb, contará a história de um bichinho de maçã que adora ir ao circo, onde se diverte muito brincando com os animais. O autor é Ziraldo Alves.

“O Circo”
No dia 8, às 20h, o público irá conferir a história de um circo diferente e muito divertido, onde os animais não se apresentam porque o seu dono e as crianças concordam que eles devem viver livres na floresta. A autoria é de Cíntia Euvert, com contação feita por Sulivan Wainer Neto.

Palestra
“Memórias de uma trajetória de circo na Amazônia paraense
No dia 11, às 20h, a palestra é o recorte da experiência da artista e educadora Virginia Abasto nos diversos picadeiros – da rua, das lonas, dos grupos e trupes – durante os 13 anos em que conviveu com o movimento circense na Amazônia paraense.

Oficina de Palhaçaria
No período de 16 a 19 de março, os artistas João Guilherme Ribeiro e Adara Belo irão proporcionar a experiência da palhaçaria a jovens e adultos fazedores da cultura ou interessados em expandir o seu leque de conhecimento, experimentar novas possibilidades do seu corpo, compreender o corpo cômico e as potências artísticas embutidas em cada trajetória de vida. A programação será sempre às 20h.

Espetáculo circense: “Rir e o melhor remédio”
No Dia do Circo, dia 27 de março, às 20h, a Cia dos Notáveis Clowns brinda os espectadores da Casa da Cultura de Canaã com a exibição do espetáculo “Rir e o melhor remédio” e a história do palhaço Toli Tolá, que precisa começar uma dieta alimentar e praticar exercícios físicos regulares e, para conseguir cumprir essa missão, contará com a ajuda de seu parceiro inseparável, Pierierieca das Piererequices Pierierecadas.

Sobre a Casa da Cultura de Canaã
O espaço cultural foi criado e é mantido pela Vale e agora integra o Instituto Cultural Vale. A Casa da Cultura desempenha papel de guarda e registro do acervo histórico do município, e de difusor cultural na região. Nesse sentido, promove exposições, exibições de filmes, clubes de leitura, contações de história, espetáculos de música, dança, circo e teatro, além de manter uma escola de música e dança, onde crianças e jovens têm a oportunidade de participar, de forma gratuita, de aulas de ballet clássico, canto, violão, flauta doce, musicalização infantil e percussão tradicional paraense.

Sobre o Instituto Cultural Vale
O Instituto Cultural Vale é um instrumento de transformação social com o propósito de democratizar o acesso e fomentar a arte, a cultura e o desenvolvimento das expressões artísticas regionais. Com o objetivo de gerar impacto positivo na vida das pessoas e construir um legado para futuras gerações através da produção cultural, tem, sob sua gestão uma rede de espaços culturais próprios com visitação gratuita, atuação junto a escolas e organizações sociais, com identidade e vocação únicas, como a Casa da Cultura de Canaã dos Carajás (PA) e ainda, o Memorial Minas Gerais Vale (MG), Museu Vale (ES) e Centro Cultural Vale Maranhão (MA). Fechados temporariamente desde março de 2020 em função da pandemia da Covid-19, estes espaços mantêm programação on-line gratuita em seus canais próprios, para conservar vivo o diálogo com seus públicos.

veja também