Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Moradores buscam melhorias na saúde pública de suas comunidades

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Em reunião realizada no dia 15/01/2016, as reinvindicações relativas a Unidade de Saúde Tropical foram ratificadas pela Associação Central dos Moradores dos Bairros Jardim Ipiranga e Tropical I e II aos representantes da Secretaria Municipal de Saúde e Conselho Municipal de Saúde. Vale lembrar que na época, o Secretário de Saúde era o senhor João Luiz, hoje já exonerado da pasta, sendo que em seu lugar responder o Secretário Adjunto Juranduy Soares Granjeiro.

Em virtude do não andamento das pautas apresentadas em janeiro deste ano, no último dia 24/05 foi realizada uma reunião comunitária, na Unidade de Saúde do Bairro Tropical I, onde os moradores deliberam sobre a necessidade de novas instalações para funcionamento da Unidade Básica de Saúde do Bairro Tropical, sendo também reiterada a necessidade de implantação imediata da Unidade Básica de Saúde do Bairro Jardim Ipiranga, tendo em vista a grande demanda que sobrecarrega a única Unidade de Saúde existente que atende além de nossas comunidades as comunidades adjacentes.


Na ocasião da mencionada reunião comunitária sobre saúde, os moradores apresentaram as demandas emergências da saúde pública nas comunidades Jardim Ipiranga, Tropical I e Tropical II, sendo: 1 – Falta de estruturação Unidade de Saúde do Bairro Tropical, com pouco espaço para os trabalhos; 2 – Falta de sala de vacina; 3 – Inexistência do teste do pezinho; 4 – Ausência de consultório odontológico; 5 – Inexistência de sinal de internet para apoio e celeridade dos serviços da Unidade de Saúde do Bairro Tropical, dificultando o acesso ao Cartão SUS dos pacientes; 6 – Inexistência da sala de medicação; 7 – Ausência de salas de triagem e acolhimento; 8 – Necessidade de mais consultórios médicos; 9 – Ausência de ações de educação em saúde, com intensificação de ações preventivas, inclusive de combate ao mosquito AEDES AEGYPTI.

“Quanto aos encaminhamentos finais da reunião do dia 24/05/2016, foi deliberado também a realização de uma audiência com o gestor da Secretaria Municipal de Saúde com a participação da Comissão de Moradores eleita nesta última reunião, sendo que caso a mencionada Comissão perceba que o povo não será atendido fica esgotada todas as possibilidades de diálogo e diplomacia e não restara outra alternativa a não ser mobilizações sociais e reivindicações públicas”, relatou Girlan Pereira, presidente da Associação Central dos Moradores (A.C.M.B.JIT), ao transmitir os encaminhamentos da reunião e o sentimento dos moradores presentes.

Publicidade

Veja
Também