Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Moradores do Bairro Parque dos Carajás reclamam de abastecimento de água

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O problema não é novo, mas, segundo os moradores, tem se agravado nos últimos meses. Trata-se da falta de água no Bairro Parque dos Carajás I, o que tem dificultado a vida das famílias que ali residem, algumas há mais de cinco anos. Período igual ao que tem, segundo elas, buscado soluções junto à administradora.

Sem água encanada, a solução é receber o indispensável líquido em carro pipa, mas, como fator complicante, a entrega só é feita em horário comercial, quando muitas pessoas estão para o trabalho e não têm como receber.


Não é a primeira vez que alguns moradores se organizam para ir direto ao ponto e buscar a solução no escritório do Grupo Lírios. Porém, na tarde desta terça-feira (31), às 17 horas, consumidores se deslocaram ao escritório da empresa, na Rua D, Bairro Cidade Nova, mas lá encontraram um aviso afixado na porta informando que “excepcionalmente hoje o expediente encerrou-se às 13 horas”.

“Frustrante”, resumiu Júlia Alencar, moradora naquele bairro, planejando voltar ao local para conseguir falar com os administradores e buscar solução. Júlia lembra que mora ali há cinco anos e sempre com a mesma “peleja” para conseguir água, problema agravado, segundo ela, nos últimos quatro meses. A decepção da moradora é por tratar-se de um bairro planejado para classe média/alta, porém, as diversas promessas nunca foram cumpridas.

 

Outra que também reclama da situação é Thays Taboada, uma das moradoras mais antigas daquele bairro. “Investimos para receber como proposta um bairro estruturado com água encanada e outros benefícios. Porém, nos sentimos enganados, pois o mais importante não tem, que é a água”, reclama Thays, dando conta que já há ação no Ministério Público com abaixo assinado dos moradores oficializando a denúncia.

Quem também falou com a equipe de reportagens foi Leandro Peixoto. Ele reconhece que o problema deve ser resolvido pelo Grupo Lírios, já que o loteamento ainda não foi recebido pela Prefeitura Municipal. “Todos nós moradores enfrentamos o problema todos os dias e quando a gente os procura recebe distrato e nada de resposta”, conta Leandro, dando por certo não acreditar em uma solução breve.

Reportagem: Francesco Costa / Fotos: Douglas Camargo e Kevin Kaick | Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também