Moradores reclamam dos serviços do Saaep no Cidade Jardim e autarquia se manifesta

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

“O Bairro Cidade Jardim, continua sendo um lugar difícil para se morar”, conforme descrito por vários moradores que citam como principal dificuldade a gestão do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (Saaep), que além, da falta de água, não tem dado manutenção na tubulação da rede de esgotos que, por ter dimensões aquém da necessidade, tem constantes entupimentos, transbordando nas ruas, o que põe em risco a saúde da população.

Outra denúncia chegada através de reclamações da população são os rompimentos da tubulação de água, que, com a proximidade da tubulação de esgoto se torna grande a possibilidade de contaminação, o que põe em total risco a saúde da população.


Na foto que pode ser vista a seguir, mostra a situação que se encontra a Rua 2, no Bairro Cidade Jardim, onde a água escorre pelas ruas, porém, conforme narrado por um morador, falta nas torneiras.

Ainda conforme contado pelo morador, o transbordo das águas pluviais e do descarte de piscinas se dá por causa da insuficiência das tubulações públicas.

Procurada pela equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar, a Assessoria de Comunicação do SAAEP, emitiu a seguinte nota de esclarecimento:

“Sobre os questionamentos feitos pela reportagem, o Saaep esclarece que, com a ampliação do sistema de captação de água houve um implemento na produção de água na ordem de 6 milhões de litros/dia tratados e distribuídos, o que melhorou significativamente o abastecimento em diversos bairros, incluindo o Cidade Jardim.
Sobre a questão do esgoto no bairro, manutenções preventivas são realizadas rotineiramente na rede e as corretivas, quando necessárias, são prontamente atendidas e realizadas na rede de maneira segura, sempre com isolamento entre as tubulações de esgoto e de água, eliminando qualquer risco de contaminação.
A respeito do transbordo de águas pluviais, esclarecemos que as obras de drenagem ficam a cargo da Secretaria Municipal de Obras (Semob).
O Saaep reafirma o compromisso de trabalhar sempre mais para levar água tratada aos quatro cantos de Parauapebas”.

veja também