Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Moro supera Lula, Bolsonaro e Luciano Huck em confiança, diz Datafolha

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Uma pesquisa Datafolha publicada neste domingo (5) pelo jornal Folha de S.Paulo mostra que o ministro da Justiça, Sergio Moro, é a personalidade pública em que os brasileiros mais confiam entre 12 figuras políticas avaliadas.

Moro foi comparado aos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Fernando Henrique Cardoso, ao atual presidente Jair Bolsonaro e aos possíveis candidatos à presidência em 2022 Luciano Huck e Ciro Gomes, entre outros nomes.


A pesquisa ouviu 2.948 pessoas em 5 e 6 de dezembro em 176 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

O Datafolha pediu que os entrevistados dissessem, em uma escala de 0 a 10, qual o nível de confiança que eles tinham em cada um dos integrantes da lista. As notas até 5 foram consideradas representativas de baixo índice de confiança; de 6 a 8, médio; 9 e 10, alto.

Um terço (33%) dos entrevistados disse ter alta confiança em Moro; 23%, média confiança; e 42%, baixa confiança. O ex-presidente Lula aparece em segundo lugar no levantamento, com 30% de alta confiança, 16% de média e 53% de baixa.

Em seguida, estão empatados na margem de erro Bolsonaro, com 22% de alta confiança (22% de média e 55% de baixa), e o apresentador Luciano Huck, com 21% de alta confiança (22% de média e 55% de baixa).

Ciro Gomes (PDT) e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), têm 11% e 7% de alta confiança, respectivamente. Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, tem 7% de índice de alta confiança.

O Datafolha inclui no questionário também o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que tem 10% de índice de alta confiabilidade (o mesmo resultado que obteve em pesquisas realizadas em 2016 e 2009). Empatado pela margem de erro está o atual vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), com 12%.

As ex-candidatas à presidência Marina Silva (Rede) e Manuela D’ávila (PCdoB) tiveram, respectivamente, 9% e 7% de índice de alta confiança. Em último lugar na pesquisa do Datafolha aparece Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado, com 3%.

Publicidade

Veja
Também