Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Mulher executada com pistola ponto 40 no Bairro Liberdade

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A mulher Marcela da Silva Leite, 33 anos de idade, natural de Imperatriz (MA), foi executada às 22h30 deste sábado (28), na Rua João Pessoa, Bairro Liberdade, em Parauapebas, com disparos de arma de fogo calibre .40, de uso exclusivo da Polícia Militar, conforme cápsula encontrada pela polícia no local do crime.

No momento em que foi executada, a vítima se encontrava com uma criança, que assistiu à cena lamentável e ainda sofreu chutes dos pistoleiros.


Em declarações prestadas à reportagem do Portal Pebinha de Açúcar, o sargento PM A.Pereira explica ter apurado no local do crime que dois indivíduos, até agora com identidades desconhecidas, pularam o muro de uma vila coletiva, invadiram o quarto da mulher e a executaram com disparos de arma de fogo.

Indagado como a suposta arma teria saído dos quartéis da corporação militar, o sargento A.Pereira respondeu que é grande o número de armas desse calibre roubadas da Policia Militar no Estado Pará, por meio de assalto e até mesmo homicídios.

Segundo ainda o sargento, a PM está no encalço de um elemento perigoso que estaria praticando assalto na cidade com uso de arma de fogo calibre .40, roubada da corporação militar.

As primeiras avaliações da polícia suspeitam que Marcela Leite era “avião” de tráfico e pode ser sido assassinada por acerto de conta.

Publicidade

Veja
Também