Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Mulher que acusa Neymar muda depoimento e advogado deixa o caso

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Foto: Reprodução

Na noite desta segunda-feira (3), o escritório que representava a mulher que acusa Neymar de estupro em um hotel de Paris divulgou uma nota confirmando que deixou o caso. No documento, o escritório Fernandes e Abreu Advogados explica que a ex-cliente mudou completamente o seu depoimento e por isso eles pediram a rescisão do contrato.

Aos advogados, a moça havia explicado que tinha mantido relações sexuais consensuais com o jogador em um quarto de hotel, mas que durante o ato ele teria se tornado uma pessoa violenta e passou a agredi-la. O caso então seria enquadrado em agressões físicas e não estupro, como ela contou em depoimento à polícia.


Em entrevista ao Jornal Nacional, da Rede Globo, o advogado José Edgard da Cunha Bueno Filho explicou por que foi contra continuar no caso. “Eu fui contra qualquer medida bombástica. E até que chegou num momento, de forma mais dura, ela ter acusado a minha ética profissional a respeito do que eu estaria fazendo”, argumentou ele.

Confira parte da nota divulgada pelo escritório:

“Por raiva ou vingança, V. Sa. relatou no BO registrado em 31/05/2019 fatos descritos em desacordo com a realidade manifestada aos seus patronos, ou seja, compareceu à delegacia, relatando que teria sido vítima de estupro, quando, na realidade que nos foi demonstrada e ratificada por várias vezes, V. Sa. teria sido vítima de agressões.”

Conforme as declarações do escritório, “alteração na verdade dos fatos”, pode configurar denunciação caluniosa (crime tipificado no Código Penal) e “incompatível com os princípios norteadores da conduta dos membros do nosso escritório”. A nota é assinada pelos advogados Francis Ted Fernandes, José Edgard da Cunha Bueno Filho e André Castello Branco Colotto.

Publicidade

Veja
Também