Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Mulher surta, invade loja de automóveis e se joga de cima de portão de hotel

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Por volta das 07h00 desta terça-feira (26), uma mulher  identificada como Dayan Silva de 27 anos de idade, acabou tendo um surto psicótico, invadiu uma loja de venda de automóveis e após, subiu em cima de um portão de um hotel em Parauapebas e se jogou ao chão.

A mulher que estava completamente agitada, segundo informações chegadas ao Pebinha de Açúcar, estava apenas de calcinha e sutiã e falando ‘coisa com coisa’, invadiu uma loja de veículos e pulou em cima de alguns veículos, sendo que logo após, se dirigiu até as dependências do Atrium Hotel que fica localizado na Avenida Liberdade no Bairro Rio Verde e após subir em um portão, acabou se jogando no chão e ficou desacordada.


Muitos populares presenciaram a cena e conseguiram imobilizar a mulher até que algum atendimento do Corpo de Bombeiros, Samu ou Secretaria de Saúde fosse ao local.

Comentários maldosos

Momentos depois que a mulher surtou, a reportagem do Portal Pebinha de Açúcar divulgou algumas fotos enviadas por nossos internautas através do WhatsApp na página oficial do site no Facebook. O número de comentários maldosos impressiona, tendo em vista que muitas pessoas não tem noção do que se trata um surto psicótico.

Surto psicótico

Caracteriza-se pelo aparecimento repentino de sintomas como alterações de comportamento, alucinações ou delírios. A pessoa em surto psicótico pode tornar-se agressiva, agitada, isolada ou com comportamento estranho e pode colocar a vida dela e de outros em risco.

O surto pode ser desencadeado por causas psiquiátricas (esquizofrenia, transtorno bipolar, uso e abstinência de substâncias etc.) ou condições médicas (infecções, condições pós-operatórias, intoxicação por medicamentos etc.). Um surto psicótico é uma emergência médica e exige tratamento especializado.

Como agir:

Não confronte a pessoa em surto, mantenha uma postura neutra e compreensiva até que a ajuda especializada chegue

Proteja o ambiente, afastando objetos que podem ser usados para agressão (como facas, armas e utensílios perigosos)

Vigie a pessoa se houver risco de fuga ou autoagressão

Se o surto é resultado do não uso de uma medicação habitual, administre-a imediatamente

Se a pessoa em surto estiver sob tratamento, entre em contato com o profissional que a atende para orientações específicas

Se houver risco de agressividade, suicídio ou homicídio iminente deve-se entrar em contato com a polícia para garantir a integridade da pessoa afetada e daqueles que estão com ela no momento do surto

Caso os acompanhantes consigam manejar o indivíduo, ele deve ser encaminhado para um serviço médico de emergência, preferencialmente com atendimento psiquiátrico

Em casos graves, internação psiquiátrica é necessária para investigação e intervenções apropriadas. Casos mais leves podem ser atendidos em ambulatórios e não necessitam internação.

 

Publicidade

Veja
Também