Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Mutirão de combate à Leishmaniose inicia na segunda-feira (18) em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Com uma situação ascendente, assim como no Estado do Pará, a Leishmaniose é motivo de preocupação por parte do governo municipal, que, através do Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Parauapebas, dispôs esforços para criar estratégias de controle e combate deste mal que tem proliferado.

Por isso, após algumas reuniões, ocorridas no Gabinete do Prefeito Darci Lermen, entre as Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), Secretaria Municipal de Produção Rural (SEMPROR), Secretaria Municipal de Obras (SEMOB), Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA), Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SEMURB), Secretaria Municipal de Educação (SEMED) e a Assessoria de Comunicação da Prefeitura (ASCOM), foi finalizado oficialmente o planejamento da Campanha de combate à Leishmaniose.


 

As medidas a serem tomadas bem com a estratégia adotada no combate ao mosquito transmissor da doença, terão início na próxima segunda-feira (18), com um mutirão no Bairro Palmares II – ação que, em seguida, percorrerá por todos os bairros de Parauapebas e contará com visitas domiciliares dos Agentes Comunitários de Endemias (ACE) e Agentes Comunitários de Saúde (ACS); além dos Agentes de Urbanismo no recolhimento de todo e qualquer entulho nos quintais dos domicílios, roçagem de terrenos baldios e bairros, orientação a população, avaliação de animais pelo veterinário, podas das árvores. “Com isso esperamos diminuir a proliferação do mosquito palha, causador da Leishmaniose”, planeja Michele Oliveira, coordenadora do Departamento de Vigilância em Saúde, ressaltando que a contribuição das comunidades de cada bairro é de fundamental importância para vencer esta luta contra um problema que afeta a muitos e preocupa a todos.

O plano de execução da campanha nos demais bairros será divulgado, para que a população possa participar, pondo para a parte externa entulhos, resíduos e demais materiais a ser recolhido, bem como para receber os agentes que levarão orientação a respeito do assunto.

Reportagem: Francesco Costa | Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também