Publicidade

No Pará, bebê de 14 dias morre com sinais de estupro e pai é preso pela polícia

Um bebê, de apenas 14 dias de nascida, morreu com sinais de ter sido estuprada, no município de Santana do Araguaia, sul do Pará. O suspeito do crime é o próprio pai biológico da criança. O pai e a mãe do bebê estão detidos na delegacia de Polícia Civil da cidade.

Acompanhada por conselheiro tutelar que atendeu o caso, o corpo do bebê, uma menina, foi levada para exames no Instituto Médico Legal de Marabá (IML), e foi confirmado o estupro, que teria sido por via anal.


Segundo apurou a Polícia Civil, o pai biológico da criança, suspeito de cometer o crime, foi quem levou a criança recém-nascida ao hospital, no último dia 11. No mesmo momento, a Polícia Militar foi acionada, já que ele apresentava atitudes consideradas suspeitas pela equipe do hospital.

O pai foi preso em flagrante e apresentado na delegacia da cidade. O caso foi registrado pela Superintendência Regional do Araguaia.

Casos – Na última quarta-feira, 8, outro bebê, também uma menina de um ano e oito meses, foi morte após ser estuprada em Parauapebas, sudeste do Pará. Ela deu entrada durante a tarde no Hospital Geral do município com traumatismo craniano. O padrasto e mãe da criança foram presos.

A mãe levou a criança até o hospital e afirmou que a filha havia batido a cabeça, após uma queda. No hospital, a equipe médica constatou que a criança apresentava várias lesões nas partes íntimas, indicando que ela foi vítima de abuso sexual.

Compartilhe essa notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Tags

Veja também

Fechar Menu