Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Novas espécies de peixes são encontradas na área do Onça Puma

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A descoberta aconteceu durante estudos de monitoramento da qualidade das águas realizada pela Vale, na área de influência da operação de níquel Onça Puma, no sudeste do Pará.

Ambas espécies estão em fase final de descrição taxonômica por especialistas do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (MZUSP), que estudam as particularidades de cada uma para dar nome às duas novas espécies. A Vale realiza o monitoramento das águas em vários pontos distribuídos pela bacia dos rios Itacaiúnas e Xingu, a cada três meses, atendendo à legislação ambiental.


A ação faz parte de série de inciativas ambientais realizadas pela Unidade Onça Puma, com o objetivo de conservar de forma sustentável a biodiversidade. Recentemente, a Unidade implantou também três melhorias que contribuíram para a redução de 7% no consumo de energia elétrica em seu processo de produção. O percentual equivale a 4.480 MWh por mês, o suficiente para atender uma cidade de mais de 120 mil habitantes, durante 15 dias.

Atuação Ambiental
A sustentabilidade é um dos pilares estratégicos da Vale. Desde 2008, foram investidos mais de US$ 7 bilhões em atividades que vão desde o reflorestamento e reabilitação de áreas degradadas na Amazônia a projetos sociais envolvendo comunidades. No Pará, os investimentos socioambientais acumulados nos nove primeiros meses do ano chegaram a US$ 114,3 milhões. Somente na área ambiental, neste terceiro trimestre de 2014, os investimentos totalizaram US$ 32 milhões, um aumento de 63% em relação ao 2º trimestre de 2014.

Publicidade

Veja
Também