Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Nove candidatos a prefeito de Parauapebas somam R$ 57 milhões em bens declarados

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Com o fim do prazo de registro das candidaturas junto ao Tribunal Superior eleitoral (TSE), temos o real cenário dos candidatos a prefeito e vereador em Parauapebas. O Blog do Branco, parceiro do Portal Pebinha de Açúcar foi buscar nos registros dos candidatos ao Executivo (em processo de aguardando julgamento) os bens que os mesmos declararam ao TSE.

Recentemente o Blog postou matéria que tratou das convenções. Do registro em ata desses eventos, somaram nove candidaturas ao cargo de prefeito de Parauapebas. Restava-se saber se o mesmo quantitativo seria mantido até o prazo final do registro junto ao TSE, o que ocorreu. A conhecida “Capital do minério” terá quase o dobro de candidatos ao Executivo municipal em comparação ao último pleito, em 2016.


Na lista de bens declarados de candidatos, há quem concentre dois e até três dezenas de milhões, outros menos; há aqueles que possuem em bens alguns milhares de reais e até quem não declarou nada, ou seja, não há bens em seu nome. Segue a lista:

Darci Lermen (MDB) – O atual prefeito que disputa à reeleição declarou um total de R$ 183.000,00 – montante somado de duas camionetes e três lotes;

Doutor Rubens (Psol) – Seus bens declarados somam: R$4.424.775,49. Tal volume de bens são distribuídos em seis apartamentos, três veículos, quotas ou quinhões de capital, outras aplicações e investimentos, fundos: ações, mútuos de privatização, Invest;

Falcão (Solidariedade): o candidato declarou ter apenas um imóvel no valor de R$180.000,00;

Gilberto Sá (PTC): o candidato declarou que possui os seguintes bens: duas casas residenciais, 98% da cota do capital: G M J Comercio Artigos de Papelaria LTDA e uma moto. Seu patrimônio soma: R$:165.500,00;

Hipólito (Patriotas): Somou: R$1.210.269,40 – Fundo de Longo Prazo e Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDC), dois terrenos, depósitos bancários, um veículo, outras participações societárias, aplicações e investimentos;

Julio Cesar (PRTB): nenhum bem declarado;

Léo da Cervebras (PSL) – É o segundo mais rico candidato a prefeito. Seu patrimônio declarado chega R$21.300.000,00 – Dois veículos automotores terrestres e dezenas de imóveis;

Marcelo Catalão (Avante) – R$53.500,00 – uma fazenda;

Valmir Mariano (PSD) – O ex-prefeito é de longe o que reúne o maior volume de bens declarados. Sua fortuna chega a R$30.034.695,00. Ela se distribuiu em quotas de capital (Empresa Integral), benfeitorias, imóveis, terrenos e um automóvel.

No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o leitor encontra em detalhes as declarações de bens dos candidatos acima.

Por: Blog do Branco

Publicidade

Veja
Também