Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Obras de duplicação da Estrada de Acesso à Ferrovia devem iniciar ainda este ano

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

As obras de duplicação da Rodovia Municipal Faruk Salmen, sonho antigo de grande parte dos munícipes de Parauapebas, estão próximas de se tornarem realidade. A informação foi confirmada na manhã desta terça-feira (13), em reunião realizada na Câmara Municipal de Parauapebas com a presença de vereadores, prefeito Valmir Mariano (PSD), representantes da mineradora multinacional Vale e titulares das secretarias de Obras e Urbanismo do município. A reunião foi uma convocação feita pela presidência da Câmara de Vereadores.

Sobre a duplicação da Faruk Salmen
A principio em acordo firmado ainda na gestão do ex-prefeito Darci Lermen (PT), a mineradora Vale se comprometeu em fazer o repasse de cerca de R$ 23 milhões para que a Prefeitura executasse a obra, porém, segundo o atual prefeito Valmir Mariano (PSD), o projeto conta com mudanças.
“Assim que iniciamos o nosso governo este ano, fizemos alguns estudos e pedimos para que a mineradora Vale ao invés de fazer o repasse de R$ 23 milhões, se comprometesse a executar a obra por completo. Entramos em um acordo e a diretoria da Vale topou. O papel da prefeitura vem sendo feito deste janeiro, no que diz respeito ao lado ambiental e indenização de áreas onde a estrada duplicada passará”, relatou o prefeito, afirmando ainda que 26 áreas serão indenizadas e que todos os processos estão adiantados.


Presente na reunião, o titular da Secretaria Municipal de Obras, Dário Veloso, apresentou alguns dados do projeto e reafirmou o compromisso firmado pelo prefeito Valmir Mariano para que as obras iniciem ainda este ano. “Agora as obras serão executadas pela Vale, porém, nosso prefeito determinou que a Secretaria de Obras de Parauapebas fique em alerta para dar o suporte necessário para a mineradora”, relatou o Secretário de Obras, afirmando ainda que a obra, que prevê a duplicação de 9 quilômetros da Rodovia Faruk Salmen e 1 da Rua 16, deve custar cerca de R$ 90 milhões.

Participaram da reunião o presidente da Câmara, Josineto Feitosa (PSDC), Euzébio Rodrigues, Israel Pereira, o Miquinha e Eliene Soares (PT), José Francisco Pavão (PTB), Bruno Soares e João do Feijão (PP), Dr. Charles Borges (PSD), Odilon Rocha (PMDB), Major da Mactra (PSDB), Maridé Gomes (PSC) e Ivanaldo Braz (PDT).

De acordo com o vereador Bruno Soares, a visita da mineradora Vale foi importante, porém, o parlamentar sentiu a falta de profissionais técnicos da mineradora para explanar da melhor forma como será a construção. “Vejo como produtiva a reunião, porém, precisamos de dados mais técnicos sobre esse projeto”, relatou o vereador.

Publicidade

Veja
Também