Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Concurso estimula alunos municipais de Parauapebas a refletirem sobre o futuro

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Que toda criança gosta de desenhar e pintar, todo mundo sabe. Por isso mesmo, a Secretaria de Educação (Semed) da Prefeitura de Parauapebas decidiu usar a criatividade infantil para estimular os mais de 40 mil alunos da rede municipal de ensino a pensar sobre a sua visão de futuro de forma bem lúdica. E não apenas com desenhos. Frases e até poesias também entraram em campo.

A iniciativa faz parte do concurso municipal “Minha obra na capa do caderno”, que neste ano apresenta uma pergunta: “Projeto de vida: qual é o nosso destino?”. Com esse tema, os alunos do ensino fundamental II podem se inspirar para escrever poemas; os do ensino fundamental I podem produzir frases e/ou desenhos; já os pequeninos, da educação infantil, só precisam desenhar o que sentem ou pensam sobre o futuro.


E o projeto não fica por aí. Os melhores trabalhos irão virar as capas dos cadernos que compõem o kit escolar de Parauapebas. Imaginem então a empolgação da criançada. “Sempre gostei de escrever poemas e frases. Tenho até um caderninho em que escrevo todo dia. O projeto é muito bom, ele inspira os alunos a falarem sobre o futuro”, anima-se Ana Carolina Santos, 10 anos, que participa do concurso na categoria Poemas.

Assim como os demais estudantes, Ana pode refletir sobre seu futuro, externar sonhos e anseios com sua arte, para a qual bastam papel, caneta e muita imaginação. Imaginem agora a empolgação do outro lado, a dos educadores. “Eu pude perceber que as crianças entenderam o projeto, pensaram sobre o futuro e fizeram com muito carinho. No momento que pedi que eles fechassem os olhinhos pra começar a pensar, todos internalizaram este sentimento e capricharam”, conta a professora Viviane Valamiel, do ensino infantil, descrevendo com riqueza de detalhes cada produção e o significado para as crianças.

O projeto visa oportunizar experiências significativas que valorizem os saberes construídos pelos alunos; estimular a imaginação, a experimentação, os esboços e outros elementos que constituem o processo de criação e contribuir para formação cidadã dos estudantes por meio de reflexões e discussões do tema, além de valorizar e divulgar as produções, que, como já dito aqui, serão estampadas na capa dos cadernos escolares.

Na Escola Municipal de Ensino Fundamental Chico Mendes, as produções estão sendo concluídas. Lá, o interesse dos alunos em participar do concurso surpreendeu os educadores. Segundo a direção da unidade educacional, centenas de produções estão em fase de conclusão e devem passar por uma comissão para a seleção daquelas que irão representar a escola.

Para Ana Carolina, o concurso proporcionou a ela o interesse em escrever e manifestar por poemas o seu sonho e desejo para o futuro. “Um mundo melhor, cheio de respeito e oportunidades”, enfatizou ela. Que assim seja, Carolina.

Final do concurso

Depois das produções concluídas, as unidades educacionais irão selecionar aquelas que as representarão (de acordo com cada categoria), e estas serão submetidas a outra comissão formada por técnicos da Semed. O resultado deverá ser divulgado no início do mês de março.

Publicidade

Veja
Também