OLX registra crescimento de 167% em vendas no Pará

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Já o Nordeste ocupou a segunda posição crescimento do uso da plataforma, registrando aumento de 126% em relação à maio de 2015. Entre os estados, o Pará ocupa a sexta posição no ranking com 167% de crescimento em vendas na plataforma da OLX.

“Acreditamos que esse incremento deva-se ao aumento da penetração de smartphones na região, afinal, a OLX tem mais de 70% de sua audiência vinda deste tipo de plataforma. Além disso, há também a consolidação natural da cultura do “desapega”, afirma Marcos Leite, Vice Presidente Comercial da OLX. “Nestas regiões, as categorias mais anunciadas em maio deste ano foram celulares, carros, imóveis, roupas e calçados e computadores e acessórios” completa.


Os Estados com maior taxa de crescimento em vendas no último ano foram:

Ranking Estado Taxa de crescimento
1 Roraima +409%
2 Amapá +359%
3 Maranhão +196%
4 Rondônia +172%
5 Sergipe +167%
6 Pará +167%
7 Acre +154%
8 Tocantins +144%
9 Alagoas +137%

“Com a situação econômica do país, as pessoas querem economizar e às vezes até garantir uma renda extra no orçamento. Para isso, elas têm aderido à cultura do desapega. Todos nós temos algo que não usamos e que está em perfeitas condições de uso. Neste caso, a OLX é a solução”, afirma Marcos Leite. Segundo uma pesquisa do Ibope, encomendada pela OLX, os brasileiros têm, em média, cerca de R$ 1800,00 em produtos em casa e que podem ser comercializados na plataforma.

 Apenas nos cinco primeiros meses do ano mais de 9 milhões de produtos foram vendidos por meio da OLX nestas regiões. Destes, mais de 1,2 milhão de produtos na região Norte e mais de 1,7 milhão no Nordeste.

 

Publicidade

veja também