Operação Tiphon da Polícia Civil do Pará prende 22 pessoas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Polícia Civil do Pará deflagrou, nesta quinta-feira (14), a Operação Tiphon, que deu cumprimento a mandados de prisão preventiva e busca e apreensão em regiões dos municípios de Abel Figueiredo, Rondon do Pará, Marabá e em Goiânia, no estado de Goiás. A ação teve o intuito de desarticular e combater o tráfico de entorpecentes em localidades do sudeste do Estado.

Segundo o delegado Thiago Carneiro, Superintendente Regional, as ações vão contribuir de forma significativa na redução dos índices de criminalidade na região. “Nossos agentes da Polícia Civil, por meio da Superintendência Regional do Sudeste do Pará, deflagraram nesta manhã as diligencias da Operação Tiphon e conseguimos êxito em cumprir 19 mandados de prisão e 17 de busca e apreensão”, contou.


Como resultado das investigações, foram expedidos 21 mandados de prisão preventiva. Durante as diligencias foram efetuadas quatro prisões em flagrante delito por tráfico de drogas. Cinco pessoas foram presas em Abel Figueiredo, duas pessoas em Marabá, 11 pessoas em Rondon do Pará e uma pessoa na cidade de Goiânia, no estado de Goiás.

Os presos têm vínculo com uma organização criminosa que pratica o tráfico de drogas no sudeste do Estado.

Ao todo, 55 agentes da Polícia Civil participaram das diligências que resultou ainda na apreensão de duas armas do tipo revolver calibre. 38, duas espingardas, munições e a quantia de R$ 7.300,00 oriundos de práticas ilícitas.

 

veja também