Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Pane em elevador do Hospital Geral de Parauapebas gera confusão e medo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Mais uma vez o Hospital Geral de Parauapebas virou notícia principal nos veículos de comunicação do município. Concluído para ser inaugurado na data limite da vedação do período eleitoral, o HGP já viu teto desabar, inundação no saguão e, neste domingo (16), sua recente história ganhou mais um capítulo: Uma paciente juntamente com um motorista e dois profissionais de saúde ficaram presos entre o primeiro e segundo andar do prédio por conta de uma pane em um dos elevadores e além de confusão, o medo imperou no local.

Paciente, motorista, acompanhante e profissionais de saúde entraram em um dos elevadores do Hospital Geral de Parauapebas na manhã do último domingo (16), e devido à pane que afetou o equipamento, o mesmo travou e de acordo com informações obtidas pela equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar, eles só conseguiram sair de lá após aproximadamente 40 minutos com o auxílio de homens do Corpo de Bombeiros.


Antes da chegada dos Bombeiros, um funcionário da unidade de saúde por não ter experiência e também por estar desesperado para ajudar as pessoas que ficaram pressas no elevador, forçou uma das portas e acabou danificando o equipamento. O ato não era necessário, afinal, todos os elevadores contam cum uma chave que destrava a porta que dá acesso aos cabos do equipamento.

Apesar de um dos funcionários da empresa que administra o HGP ter tentado impedir que algumas pessoas filmassem o incidente, em poucos minutos o caso ganhou as redes sociais relatado pelos próprios servidores do Hospital Geral de Parauapebas, que criticaram a estrutura do local.

Boataria

Durante todo o domingo (16), informações falsas circularam pelas redes sociais dando conta que um dos elevadores do Hospital Geral de Parauapebas havia desabado e que pessoas teriam morrido no suposto acidente, porém, a verdade é que não houveram mortes e felizmente nenhuma pessoa se quer chegou a se machucar.

Outro lado

Em nota, a Prefeitura Municipal de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), emitiu o seguinte comunicado: “Com relação ao problema técnico ocorrido neste domingo (16) em um dos elevadores do Hospital Geral de Parauapebas (HGP), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) esclarece que:
Ao contrário do que foi divulgado em algumas redes sociais, não houve desabamento, o elevador apenas travou em função de um problema técnico, já resolvido. Em cerca de 20 minutos as pessoas que estavam dentro foram retiradas, ninguém se machucou. A Semsa repudia esse repasse de informações inverídicas e reforça que toda a estrutura do hospital é licenciada, por tanto, foi avaliada por técnicos dos órgãos competentes e conta com as condições adequadas para realizar os atendimentos aos pacientes”.

Publicidade

Veja
Também