Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Pará é o primeiro estado no país a instituir a Diretoria de Combate à Crimes Cibernéticos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O Pará é o primeiro estado no país a instituir a Diretoria Estadual de Combate à Crimes Cibernéticos (Deccc). A iniciativa pioneira foi publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (17). A nova diretoria da Polícia Civil do Pará tem como principal objetivo a prevenção e a repressão das ações delituosas de natureza penal cometidas por meios tecnológicos que utilizem computadores, redes digitais, dispositivos de comunicação ou qualquer outro sistema informatizado para atacar as liberdades individuais, subtrair ou danificar o patrimônio e também atentar contra os direitos dos grupos vulneráveis definidos em Lei.

A Diretoria Estadual de Combate à Crimes Cibernéticos vai manter estreita a relação operacional com a Diretoria de Inteligência da Policial e Diretoria Estadual de Combate à Corrupção, também pioneira no país, para monitorar as atividades delituosas, auxiliando na identificação de perfis criminosos e das pessoas que os utilizam, produzindo provas para embasar o inquérito policial ou qualquer outro tipo de procedimento da polícia judiciária.


Para o delegado-geral Alberto Teixeira, a criação da Deccc tem uma importância fundamental nos dias atuais pela infinidade de crimes que tem ocorrido no ambiente virtual, seja contra a honra, patrimônio, em que pessoas são iludidas com links maliciosos e cadastros com escopo de conseguir os dados, e, efetivamente a praticar golpes, além da disseminação de fake news.

“Então a gente precisa de uma diretoria que dê suporte a todas essas demandas. Existe uma tecnologia específica e também uma atuação específica em que nós vamos especializar os melhores para combater esse tipo de crime que, com certeza absoluta, é o futuro a nível criminal no país. A Polícia Civil do Pará está preparada e terá suporte tecnológico para enfrentar os crimes virtuais e tenho total convicção de que esta diretoria vai ser de suma importância para toda a sociedade. Ganha o povo do Pará, ganha o governo do Estado e toda a segurança pública”, explicou Alberto Teixeira.

A nova diretoria, sediada na Delegacia Geral, em Belém, é composta pelas seguintes subunidades administrativas: Secretaria; Divisão de Combate a Crimes contra Direitos Individuais Praticados por Meios Cibernéticos; Divisão de Combate a Crimes Econômicos e Patrimoniais Praticados por Meios Cibernéticos e Divisão de Combate a Crimes contra Vulneráveis Praticados por Meios Cibernéticos.

“A necessidade da criação da Diretoria se deve ao aumento de registro de crimes cibernéticos. A cada dia, as pessoas estão mais conectadas e utilizando mais dispositivos. Isso facilita a atuação dos criminosos em ambiente virtual. Por isso, a Deccc vai atuar em três linhas de frente: combate a crimes individuais, patrimoniais e de vulneráveis”, informou a delegada titular da nova diretoria, Vanessa Lee.

Publicidade

Veja
Também