Pará está entre os 5 estados brasileiros que mais reduziram o número de homicídios

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

De acordo com informações do Fórum Brasileiro de Segurança Pública divulgado, nesta terça-feira (31), o Pará é o quinto estado brasileiro que mais reduziu o número de homicídios em todo o País. A queda foi de 25% ao comparar o ano de 2018, quando 4.528 registros de homicídios foram computados e 2019, quando 3.405 crimes com essa tipificação foram registrados. No período, 1.123 vidas foram preservadas.

À frente do Pará estão estados como o do Ceará (-51%), Rio de Janeiro (-45%), Roraima (-44%) e Rio Grande do Norte (-26%). Ainda segundo os dados do Fórum, houve queda de 25,9% no número de mortes entre a população jovem, no Pará. Em 2018, o crime totalizou 2.418 mortes e 1.791 em 2019.


Em nível nacional, o País registrou 57.956 homicídios no ano de 2018. Já em 2019 este número ficou em 45.503, o que representa uma queda de 21,5%.

As constantes comprovações da redução da violência no estado são aferidas e comprovadas por organismos nacionais e até mesmo internacionais, comprovando o monitoramento feito diariamente pela Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac), vinculada à Segup, e a percepção da sociedade que constata uma maior presença das polícias nas ruas, ao contrário de anos anteriores.

Investimentos na qualificação do efetivo, aquisição de equipamentos e novas frotas contribuem para a redução da criminalidade no Pará

O estudo mostra, ainda, que houve queda no número de homicídios por 100 mil habitantes como explica o secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Pará, Ualame Machado. “O reconhecimento vindo este ano (do FBSP) é do trabalho feito em 2019, nosso primeiro ano de gestão em que o Pará foi o 5º estado da federação que mais reduziu esse tipo de crime (homicídio) e que nos colocou realmente no patamar diferenciado do que tínhamos antes, dessa vez como um destaque positivo. Nós conseguimos também reduzir a taxa de homicídio por 100 mil habitantes em números expressivos saindo da casa de 50 homicídios por 100 mil habitantes para abaixo de 40”, pontua o gestor.

Ualame Machado ressalta que para alcançar essa redução, houve o esforço de todas as forças que compõem o Sistema Integrado de Segurança Pública para que se pudesse fazer muito mais com o mesmo orçamento e estrutura. O Pará alcançou 30% de redução dos crimes violentos letais intencionais, como homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte, no ano de 2019, destacando-se como o Estado que mais reduziu a criminalidade; em 2020, essa redução foi de 20%.

“Em 2021, nós temos o desafio gigantesco porque depois de colocarmos 30% de redução de modo geral em 2019, e 20% em 2020, você conseguir colocar uma redução muito forte no terceiro ano seguido é muito difícil, porém nós estamos caminhando para um processo de terceiro ano consecutivo de redução, o que dá uma estabilidade ao estado, diferente de outros estados que por um ano foram destaques na redução em 1º lugar e no ano seguinte foi o que mais aumentou, então o Pará não está nesse patamar. Nós estamos numa situação de estabilidade e certamente com novas tecnologias, com o efetivo que irá ingressar no ano que vem, nós iremos melhorar cada vez mais”, frisou o secretário, Ualame Machado.

Sobre o Atlas – O estudo, que busca retratar a violência no Brasil, deste ano foi baseado em dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) e do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) a partir dos atestados de óbito – ambos sistemas são do Ministério da Saúde. Os dados mais recentes são de 2019.

veja também