Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Pará já é o quinto estado com maior índice de letalidade por covid-19

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Até a quarta-feira (13), mais de mil histórias de vida de paraenses terminaram de maneira triste por conta da pandemia (Thiago Gomes/O Liberal)

A região Norte tem o maior índice de letalidade pela covid-19 por 100 mil habitantes do país. O Pará tem o segundo pior índice da região e o quinto do Brasil. Os quatro primeiros estados com maior taxa de letalidade são Amazonas (28%), Ceará (15,2), Pernambuco (12,8), Rio de Janeiro (11,9). Todos os dados são do Ministério da Saúde, atualizados diariamente no site covid.saude.gov.br.

A taxa nacional de letalidade é de 7%, mas na região Norte , os números são ainda piores, com 11,9% dos casos terminando em óbito das pessoas infectadas. O Amazonas lidera o ranking fúnebre nacional, com índice de 28%. O Amazonas totaliza 15. 816 casos confirmados, e 1.160 mortes. O Pará tem 10.344 casos confirmados e 1.022 mortes.


Em todo o país, até às 19h10 de quarta-feira (13), de acordo com o Ministério da Saúde, havia 188.974 pessoas infectadas com a covid-19, doença causada pelo novo coronavírus ou  SARS-COV2. Para medir a taxa de mortalidade, o órgão ministerial utiliza sempre o parâmetro de 100 mil habitantes, uma mensuração internacional, justamente, para se ter uma referência universal em razão da desigualdade populacional entre estados, países e continentes.

Segundo o Ministério da Saúde, só na quarta-feira houve novas 749 mortes no país, totalizando 13.149 óbitos, desde o registro do primeiro caso de covid-19, em São Paulo, em 23 de janeiro de 2020.

No Pará, o primeiro caso registrado de covid-19 foi confirmado em 18 de março. Em menos de dois meses, o novo vírus atingiu mais de 10 mil pessoas no território paraense. A contar de 18 de março até esta quarta-feira, 13, quando o Pará registrou o maior número de novos casos no Brasil (1.285 novos pacientes), a média é de de 181 casos por dia.

No resto do país, os número são os seguintes:  Centro-Oeste (142 mortos;  0,9, de taxa de mortalidade; Sul (301 mortos; 1%, de taxa de mortalidade); Nordeste (3.818 mortos; 6,7%, de mortalidade); Sudeste (6.536 mortos; 7,4%, de mortalidade).

Publicidade

Veja
Também