Publicidade

Pará mantém crescimento na arrecadação de ICMS

O estado do Pará apresentou aumento na receita tributária no primeiro quadrimestre de 2020, e conseguiu manter o crescimento mesmo em abril, quando as medidas de enfrentamento a pandemia levaram o Estado a adotar medidas de isolamento social, levando a diminuição das vendas no varejo.

De acordo com o Boletim da Arrecadação de Tributos Estaduais, divulgado pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), em seu site na internet, com dados de 25 das 27 unidades da federação, o total da arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no primeiro quadrimestre foi R$ 166,450 bilhões, crescimento nominal de 1,55% na comparação com o mesmo período do ano passado.


No Pará, a receita do ICMS em quatro meses somou R$ 4,166 bilhões, crescimento nominal de 11,46%. Alguns estados registraram queda de até 30% no total da arrecadação do quadrimestre.

A comparação do recolhimento de ICMS, em abril, mostra a tendência de queda da arrecadação nos estados. Em 25 unidades da federação, o total da receita do imposto somou R$ 35,348 bilhões, queda de 15,75% em relação a abril/2019, quando a arrecadação chegou a R$ 41,956 bilhões.

O Pará, ao contrário dos demais estados, registrou aumento na arrecadação do imposto. Em abril, a receita do ICMS, principal tributo estadual, foi de R$ 976,077 milhões, crescimento nominal de 8,63% em relação ao mesmo período do ano passado, quando a arrecadação alcançou R$ 898,532 milhões.

“Os maiores segmentos da receita do ICMS no Pará são combustíveis, energia elétrica, telefonia e o setor do comércio. Em abril recolheu-se o imposto com base no movimento econômico de março e por isso ainda não houve grande impacto na economia do Estado”, informa o secretário da Fazenda, René Sousa.

Compartilhe essa notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Tags

Veja também

Fechar Menu