Pará recebe mais 180 mil e 100 doses de vacinas contra covid-19, nesta terça-feira (27)

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O Pará recebeu, na tarde desta terça-feira (27), mais uma remessa de vacinas contra a Covid-19. São 180.100 mil doses divididas entre 34.800 mil doses da Oxford/AstraZeneca e 145.300 mil doses da Coronavac. Essa é a 46ª remessa enviada pelo Ministério da Saúde (MS).

Ao todo, o Estado do Pará já recebeu 5.419.920 milhões de doses de imunizantes contra a Covid-19, sendo 1.628.740 da CoronaVac/Sinovac; 3.031.450 da Oxford/AstraZeneca; 624.780 da Pfizer e 134.950 da Janssen.


Segundo anunciou o governador Helder Barbalho, as vacinas que chegaram serão usadas para primeira e segunda doses. “Com este quantitativo, estaremos avançando nas faixas de idade nos 144 municípios do estado, a ideia é que essa semana já possamos vacinar pessoas com 25 anos para mais, além dos municípios que já desceram a idade, que possam avançar para chegarmos em todo o público adulto paraense. Fique atento ao calendário de vacinação da sua cidade e não perca a oportunidade”.

A equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) já elabora a logística de entrega. A distribuição deve começar nos próximos dias. O envio será feito por vias terrestre, aérea e fluvial, com o apoio da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).

“O Pará segue avançando na vacinação contra a Covid-19 e a cada chegada de remessas nós temos a oportunidade de vacinar mais paraenses. Dessa forma, é importante também que a população faça a sua parte e não deixe de tomar a segunda dose. Somente assim vamos evitar os casos graves da doença”, explica o secretário de Saúde do Estado, Rômulo Rodovalho.

VACINAS

Até o início da tarde desta terça-feira (27), o Pará aplicou 3.031.860 vacinas da primeira dose e 1.440.083 vacinas correspondentes à segunda dose de imunização contra a covid-19.

As informações sobre a vacina são fornecidas pelas secretarias municipais de saúde e a população pode acompanhar o andamento da campanha em todo o estado através da página do Vacinômetro.

veja também