Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Pará registra trinta e nove mortes em menos de dois dias

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O sangue começou a jorrar violentamente em Belém, no bairro do Marco. José Carlos Martins de Sousa foi morto a tiros na rua 25 de setembro com a travessa Humaitá após um assalto frustrado que terminou com perseguição e morte de José Carlos e baleamento de outro assaltante.

No município de Altamira, Francirley Narciso da Silva levou um tiro de espingarda calibre 20 na rua D do bairro de Jatobá. O assassino, identificado como Henrique Dias, mandou a vítima se ajoelhar a atirou contra o peito do rapaz, que morreu na hora.


No bairro de Val-de-Cans em Belém mais precisamente na passagem Santa Rita com a passagem Marajoara I, Fabiano Costa Pereira, de 17 anos, foi executado enquanto dormia por um homem não identificado que chegou ao local procurando a vítima.

No bairro do Guamá em Belém na passagem Fé em Deus, três homens com pistolas automáticas liquidaram com onze tiros Amadeu Barbosa de Oliveira conhecido como “Búfalo” em um crime que a Polícia Militar classificou com “acerto de contas”.

No município de Cametá no baixo Tocantins, na localidade Joana Colei, no rio Biribatuba, Leila Monteiro Gomes de 27 anos foi morta com um tiro de espingarda cartucheira calibre 12, tendo como suspeito o ex-companheiro de prenome Juarez que fugiu após o crime.

Em Marabá, na região Sul do Estado, a sindicalista Ednalva Rodrigues Araújo foi morta a tiros quando estava dentro de um carro na quadra 17 do bairro Laranjeiras em Marabá sem que a polícia tenha pistas dos criminosos que fugiram em uma motocicleta.

Também em Marabá, uma confusão envolvendo dois homens e três garotas e uma possível tentativa de estupro, acabou na execução da jovem Pauliane Lopes, atingida com disparos de arma de fogo, tendo como suspeito um homem de prenome “André”.

Em Abaetetuba, no baixo Tocantins, uma mulher foi encontrada morta na rua Getúlio Vargas com a rua major Frederico. Ela estava com uma camisa enrolada no pescoço e foi possivelmente vítima de estrangulamento. O IML fez a remoção e pericia.

No bairro de Fátima em Belém, Jaime Marcelino Lima Costa foi executado com quatro tiros na rua Diogo Móia com a travessa Três de Maio, tendo como pano de fundo segundo familiares questões relativas a droga uma fez que a vítima era usuário.

Em Ananindeua na rua Zacarias de Assunção, Jeferson Leal Palheta de 25 anos teve a casa invadida por dois homens armados de faca que o esfaquearam gravemente e mesmo ferido ele ainda pulou de uma altura de cinco metros já sem vida.

Continuando a saga das mortes violentas chegamos ao domingo (26) e a primeira vítima tombou no município de Salvaterra na Ilha do Marajó. Honorato Sarmento Coelho de 59 anos foi encontrado morto em um barranco na Praia Grande e o caso foi parar na policia para apurar as circunstâncias da morte.

Em Santa Maria das Barreiros no Sul do Estado um casal foi vítima de briga envolvendo terras. Foram mortos Raimundo Elias Soares da Silva e sua esposa Gleina Vieira da Cruz tendo como acusado um produtor rural identificado por Luiz Galdino.

Em Garrafão do Norte, Luiz Alberto da Silva estava no centro desta cidade quando foi abordado por dois homens em uma motocicleta sendo um deles já identificado como “Caranguejo” que esta sendo acusado de ter dado seis facadas matando a vítima. No bairro da Sacramenta o domingo das eleições foi de luto para três famílias. No primeiro caso Andre Tiago Lima Mendes de 26 o “Sadrack” foi alvejado e morto a tiros na passagem Santo Amaro.

Na sequencia o crime foi na travessa Mena Barreto tendo como vítima Albelisio de Lima vítima de baleamento dentro de sua residência tendo como acusado um traficante conhecido como “Bó” acompanhado de um soldado do tráfico de alcunha “Gustavo”. Mais tarde na avenida Senador Lemos próximo a praça do Jaú, a Seccional Urbana do bairro registrou a morte de Michel de Lima que teve traumatismo craniano foi socorrido por uma ambulância no Samu no entanto não resistiu aos ferimentos e morreu.

O dia começava e no município da Vigia três homens foram mortos por policiais do GTO de Castanhal. Eles seriam traficantes e teriam atirado nos policiais que revidaram, segundo os PMs. Mas amigos das vítimas negam essa versão. As vítimas foram identificadas por Arnaldo dos Reis de Jesus, Marcos Vinicius Soares Ribeiro e Eldelson Costa Pinheiro.

MODA
O caso virou moda e em Belém, na estrada da Santa Maria na invasão Wasrislândia, no Icuí, uma briga em um bar terminou com um saldo de três mortos as vítimas foram identificadas como Orlando da Conceição Natividade, Francisco Marinaldo Paixão e Jean da Silva Raposo.

No município do Moju, no Baixo Tocantins, um homem conhecido apenas por “Jabuti” foi encontrado morto com vários tiros no ramal da Embrapa próximo a rodovia PA-150. A Polícia Civil registrou e vai investigar o crime. Em Canaã dos Carajás, Francisco das Chagas Santana foi trocar um dinheiro na rua Ulisses Guimarães no centro desta cidade quando se deparou com um assalto em andamento no local reagiu e foi alvejado mortalmente.

Em Marapanim a vitima da violência foi Odair Freira Rodrigues de 35 anos. Ele foi encontrado desacordado com várias facadas pelo corpo na travessa Lagóia Alves no bairro Novo. Socorrido ate o HPSM de Belém acabou morrendo. No município de Paragominas, Regivaldo Mendes foi encontrado por populares morto com dois tiros na rua Castanhal no bairro Bela Vista. A vítima era usuário de drogas e tinha envolvimento com pequenos furtos no bairro onde morava.

No bairro do Curuçambá em Ananindeua a Polícia Civil registrou a homicídio que foi vitima Helio Sebastião Gonçalves conhecido como “Roupa”. Ele foi encontrado sem vida na avenida Beira Rio e segundo informes dois homens o mataram e esconderam o corpo em um arvore no local. Em Paragominas um homicídio tentado foi vitima o soldado da Polícia Militar Josuel Oliveira da Silva. Fato ocorrido na rua São Luis no bairro Bela Vista sendo que o atirador estava escondido em uma propriedade alvejando o policial que passava na rua.

Em Capanema na região nordeste do Estado, Alcione Silva Oliveira foi executada com uma certeira facada na rua Santa Terezinha no bairro de Nazaré tendo como autor da cena de sangue o ex-companheiro conhecido como “Juarez” que fugiu após o crime.

No município de Monte Alegre, Francisco Abreu dos Santos de 23 anos durante uma discussão na comunidade Serra Azul no ramal da Bananeira foi morto com tiro de espingarda no rosto desferido pelo cunhado Elisson Macedo Bentes que está foragido. Em Cametá a “terra do mapará”, Gesiel Rodrigues de Sousa foi encontrado morto vítima de disparo de arma de fogo fato ocorrido na rua Francisco Pereira no bairro do Triângulo. O autor do crime não foi identificado e vizinhos disseram que ouviram apenas os disparos.

Em Rondon do Pará, Erculis Silva de Jesus foi encontrado na rodovia Pedro Álvares Cabral com a passagem Mamonas com uma facada no pescoço desferido por sua companheira Marta Gomes de Jesus que fugiu local após matar o marido. No bairro da Cabanagem, em Belém, João Paulo da Silva Alves durante uma discussão familiar com a mulher identificada apenas por “Fabiana” acabou levando a pior. Fabiano aplicou-lhe uma facada quando este já se encontrava em sua residência na rua São Miguel na Cabanagem.

Em Curuçá um homicídio tentado contra um soldado do Exercito que estava na cidade, Vanderson Freitas Almeida de 21 anos estava passeando na praça do Rosário quando eclodiu uma confusão sendo atingido por uma bala perdida desferida por Ítalo Augusto Farias que fugiu.

Reportagem: DOL
Foto: Arquivo

Publicidade

Veja
Também