Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Parauapebas: Feiras irregulares colocam vidas de populares em risco

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Contando atualmente com mais de 200 mil habitantes (segundo estatísticas da Prefeitura Municipal de Parauapebas, colhidas em 2012), o município de Parauapebas conta com várias falhas administrativas.

Depois de receber denúncias de internautas sobre duas feiras que funcionam de forma irregular nos bairros Cidade Jardim e Guanabara, colocando em risco a vida de milhares de pessoas, fomos aos locais e constatamos várias irregularidades.


No bairro Cidade Jardim existe uma feira clandestina que é montada todas as sextas-feiras na Avenida “D”. Além de ser montada no meio da rua, no local não existe nenhum tipo de sinalização para que os condutores de veículos possam desviar da rua obstruída por feirantes, mercadorias e populares em geral.

Já no bairro Guanabara, a feira irregular é montada uma vez por semana nas dependências da Avenida Bom Jardim. No local não existe nenhum tipo de sinalização e também nenhuma autoridade do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte de Parauapebas se desloca ao bairro para organizar o trânsito.

Nas duas feiras os alimentos são expostos ao ar livre, passando por cima das normas mínimas orientadas pela Vigilância Sanitária, que, diga-se de passagem, não faz operações nas barracas dos feirantes.

Caminhões ficam estacionados no meio da rua e dificultam o trânsito
Caminhões ficam estacionados no meio da rua e dificultam o trânsito

SEMURB e DMTT não atuam
A Secretaria Municipal de Urbanismo de Parauapebas (SEMURB), responsável pela liberação ou não, para que ruas sejam interditadas para outros usos, além do tráfego de veículos e pessoas, bem que poderia chamar para si a responsabilidade e organizar as feiras clandestinas que estão sendo realizadas toda semana em Parauapebas, porém, o titular da pasta, senhor Raimundo Augusto dos Santos Neto, juntamente com seus comandados da SEMURB, não estão atuando de forma correta, colocando assim, a vida de várias pessoas em risco.

Outro órgão que também vem deixando a desejar é o Departamento Municipal de Trânsito e Transporte de Parauapebas (DMTT), que pela lógica deveria pelo menos organizar o trânsito caótico que é formado nos bairros Cidade Jardim e Guanabara nos dias que as feiras clandestinas são montadas nas avenidas sem nenhum tipo de fiscalização e até mesmo sinalização.

Outro lado
Nossa equipe de reportagem visando fazer um jornalismo sério e imparcial enviou nota à Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Parauapebas (ASCOM), solicitando a versão da Secretaria Municipal de Urbanismo (SEMURB) e do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte de Parauapebas que foram citados na matéria.
Até o fechamento desta matéria não recebemos a resposta da ASCOM, porém, assim que recebermos, iremos publicar na íntegra.

Da redação do Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também