Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Parauapebas ganha novos professores de Educação Ambiental

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Professora há 12 anos, a educadora Marly Cardoso foi uma das participantes do curso de Formação de Professores em Educação Ambiental e Cidadania, ofertado pelo Centro de Educação Ambiental de Parauapebas (CEAP).

“Fazer o curso me trouxe novos conhecimentos e subsídios para trabalhar a Educação Ambiental em sala de aula, utilizando novas práticas pedagógicas e métodos diferenciados”, destacou a professora da escola de ensino infantil Comecinho de Vida. A professora disse ainda que pretende trabalhar na sensibilização e conscientização dos alunos e desta forma aplicar o que aprendeu na formação.


A cerimônia de certificação dos 13 professores formados no curso aconteceu na última sexta-feira (9), e contou com a participação dos representantes da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), todas as instituições parcerias do projeto desenvolvido pelo Ceap.

Em sua fala, a secretária municipal de Educação, Juliana de Souza, destacou o trabalho realizado pelo Ceap desde 2005, parabenizou os formandos pelo esforço e falou da importância de profissionais com a formação para a região. “A formação é importante para pensarmos e repensarmos algumas questões, fazemos parte do meio ambiente, e pequenas e grandes atitudes fazem toda a diferença. Parabéns pela dedicação, pois o processo de formação precisa ser contínuo. Com esses certificados, vocês assumem a responsabilidade de lutar por um planeta melhor. Precisamos cuidar do nosso espaço e com certeza a educação é o melhor caminho”, ponderou a secretária.

O curso ministrado pelos professores UFPA, Ufra e ICMBio foi dividido em três módulos com aulas teóricas e práticas. “Esse certificado credência os professores a terem acesso e levarem seus alunos a Floresta Nacional de Carajás e seu entorno. Precisamos conhecer e reconhecer, se sentir parte desse lugar que é nosso”, disse o representante do ICMBio e chefe da Floresta Nacional de Carajás, Frederico Martins.

Ao todo, o Ceap já formou 398 professores na temática de Educação Ambiental e a turma do segundo semestre iniciou no último dia 22 com a participação de professores, servidores da secretaria de Meio Ambiente e Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas.

Reportagem: Liliane Diniz / Foto: Marcos Rocha

Publicidade

Veja
Também