PARAUAPEBAS: Governo entrega quinta Usina da Paz, a primeira do sudeste do Estado

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Agora a cidade de Parauapebas, na região sudeste do Estado, conta com uma unidade da Usina da Paz. Localizada nos altos do bairro Jardim Tropical I, este projeto inovador integrado ao programa Territórios pela Paz (TerPaz), do Governo do Estado, vai atender a população desta região e levar mais qualidade de vida, redução da violência e transformação social, por meio de ações integradas de cidadania, saúde, segurança, qualificação profissional, esporte e lazer.

Este é o quinto complexo multifuncional, construído em um terreno de 10.250 m2 e entregue pelo governador do Estado, Helder Barbalho, na manhã desta quarta-feira (18), dia do aniversário do chefe do executivo.


Governador: “Eu fico feliz claro, no dia do meu aniversário, entregar um projeto de transformação social”

“Eu fico muito feliz claro, no dia do meu aniversário, poder estar junto com vocês, aqui nesse momento especial. A Usina da Paz é um projeto de transformação social, que busca fazer com que as causas sejam solucionadas para evitar os efeitos. Aqui em Parauapebas nós também estaremos com diversos tipos de serviços por meio de órgãos do governo do Estado e da prefeitura, para fazer com que toda essa região possa, com a presença do Estado, melhorar a vida das pessoas e garantir educação, saúde, empreendedorismo, descobrir talentos, fortalecer a cultura, o esporte, fazer com que esta região possa viver um novo tempo, um novo momento”, celebrou Helder Barbalho.

 

Como acontece nas UsiPaz da Grande Belém, mais de 80 serviços serão ofertados em Parauapebas

O governador informou ainda que as Usinas da Paz representam um novo conceito de olhar e solucionar problemas de violência. ”Não podemos solucionar violência sem a polícia, mas você não soluciona só com a polícia, é fundamental que nós possamos discutir aquilo que leva à violência, o desemprego, ausência de serviços, a falta de atenção com as pessoas vulneráveis… Por isso, um conceito implementado aqui – e onde as Usinas da Paz chegam – é da presença do Estado, com o serviço, atenção, cuidado, zelo e o olhar por quem mais precisa. É assim que faz efetivamente com que nós possamos construir um novo ambiente social e consequentemente garantir paz para a população”, concluiu.

Público prestigiou massivamente a entrega da UsiPaz Parauapebas e alunos estrearam a piscina

A cerimônia de entrega foi acompanhada também pela primeira-dama do Estado, Daniela Barbalho; o prefeito de Parauapebas, Darci Lermen; vereadores do município e demais autoridades públicas estaduais e municipais.

A quadra poliesportiva coberta, com espaço para dojô tem grande adesão de crianças e adolescentes Foto: Marco Santos / Ag. Pará

Resultado – Já estão em funcionamento as Usinas da Paz Icuí-Guajará, em Ananindeua, de Nova União, em Marituba, e da Cabanagem e Benguí, em Belém. Segundo a Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac), órgão responsável por coordenar o projeto, até o momento as UsiPaz já resultaram mais de 200 mil atendimentos.

Visão interna da moderna estrutura da UsiPaz

“Inicialmente as Usinas da Paz estavam concentradas na região metropolitana, onde no passado estavam os grandes índices de violência e criminalidade, mas agora começa a se expandir para o interior, cumprindo uma série de etapas que já foram planejadas. As populações que vivem nesses lugares são humildes, mas são honestas, trabalhadoras, competentes, criativas, acolhedoras. A única coisa que falta para elas, eram as oportunidades e é exatamente isso que o Estado de direito precisa oferecer e está oferecendo agora no presente governo”, informou o titular da Seac, Ricardo Balestreri.

Serão ofertados mais de 60 serviços gratuitos, como atendimento médico e odontológico, consultoria jurídica, emissão de documentos, cursos, capacitação técnica e profissionalizante; além de eventos e encontros da comunidade.

As inscrições para cursos e atividades esportivas serão feitas gradualmente e divulgadas nas redes sociais da Usina da Paz. Para realizar a inscrição, o morador precisa ir presencialmente à recepção da UsiPaz, com original e cópia dos documentos como RG, CPF e comprovante de residência.

A manicure Luciana Gomes, mora desde a fundação do bairro, há 13 anos, e trouxe a família para prestigiar a entrega do equipamento. “Pra mim foi muito gratificante receber esse projeto no meu bairro porque vai ajudar os jovens e até mesmo os adultos a ter uma qualificação. Estou muito feliz”, contou.

A professora de música, Sandra Costa, trouxe os alunos da Escola Jonas Pereira de Melo que atende pessoas com deficiência. ”Trouxe meus alunos deficientes visuais para fazer uma apresentação na sala de música aqui da Usina da Paz. Parauapebas vai ganhar e muito com esse espaço. É um projeto ímpar e será um sucesso”, parabenizou a professora.

As obras da UsiPaz Parauapebas geraram 130 postos de trabalho e foram realizadas pela mineradora Vale e executadas por empresas paraenses, por meio de um termo de cooperação com o Estado. As instalações são adaptadas para acesso de pessoas com deficiência (PcDs).

“Como paraense e empregado da Vale, me sinto muito feliz de poder participar desse momento de parceria e investimentos da Vale nas ações de políticas públicas do Governo do Estado para ampliar a oferta de serviços públicos e gratuitos às comunidades e contribuir com a construção de um futuro cada vez mais seguro e sustentável aos paraenses ”, ressaltou o gerente executivo de Operação Serra Norte da Vale, João Falcão.

Modernidade – O projeto desenvolvido pela arquiteta Bel Lobo se adapta às características climáticas da região amazônica, com chuvas durante todo o ano e altas temperaturas. Neste sentido, as áreas de circulação dentro dos prédios da Usina e da Assistência contam com iluminação e ventilação natural.

Com foco no conceito de sustentabilidade, a Usina da Paz dispõe de estações de tratamento de esgoto e, dentro da política de neutralização das emissões de carbono geradas durante a fase de construção, a Vale efetuou o plantio de 1.260 mudas na unidade.

O prédio da Assistência tem um total de 25 salas, já o prédio da Usina conta com 37 salas. Esses ambientes são climatizados com sistema VRF moderno, que promove intensa renovação do ar.

Estrutura – A unidade conta com uma quadra poliesportiva coberta; um espaço para dojô e atividades culturais; piscina; salas de audiovisual e inclusão digital; atendimento médico e odontológico; consultoria jurídica; emissão de documentos; ações de segurança. E, ainda, ambientes para capacitação técnica e profissionalizante; espaço multiuso para feiras, eventos e encontros da comunidade. Também haverá espaços para cursos livres e de dança, robótica, artes marciais, musicalização e biblioteca.

“Esse projeto representa muito para a gente. O nosso bairro era considerado uma zona vermelha e agora essa realidade está mudando. Com a Usina da Paz vai trazer muitos benefícios, estamos muito ansiosos para participar de todas essas atividades”, informou Domingos Pereira, líder comunitário do Jardim Tropical.

A UsiPaz Parauapebas vai funcionar de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 22h; aos sábados, de 8h às 14h; e aos domingos, de 8h às 18h, funcionará de acordo com as demandas da comunidade e das secretarias e fundações para a realização de eventos.

veja também