PARAUAPEBAS: Mulher grávida presencia marido ser torturado com alicate e perde bebê de dois meses

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Vítima preferiu não mostrar o rosto em entrevista cedida do Pebinha

Matheus dos Santos Silva só procurou a 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas na manhã desta terça-feira (4), para comunicar a violência sofrida por ele no dia 30, sexta-feira, quando, segundo ele, bateram em sua porta já quando ele estava dormindo e sua esposa, Rosicleia Silva Almeida, atendeu sendo surpreendida por quatro homens, sendo um deles o de alcunha “Neguinho da Voz”, cedente da casa em que mora o casal, numa localidade conhecida como Serra do Cedro

De acordo com o narrado por Matheus, no Boletim de Ocorrência, o bando estava munido de armas longas, tendo rendido o casal e o amarrando, levaram para a terra de um homem de alcunha “Maré”, onde o torturaram, apertando seu dedo com um alicate e dando várias coronhadas no peito e no rosto para que o mesmo confessasse o roubo de gado, motosserra, panelas, extensão elétrica e galinhas.


Ainda de acordo com o narrado para a polícia, após a tortura, o grupo armado levou Matheus para o bairro Palmares Sul, onde o apresentaram para a Guarnição da Polícia Militar que estava ali em rondas, acusando o mesmo de roubo. Os policiais o desamarraram e em seguida o liberaram. Segundo Matheus, não pode procurar a DEPOL de imediato, pois, teve que levar sua esposa para o hospital, já que a mesma estava grávida de dois meses e, devido ao susto, começou a ter contrações, vindo a perder o bebê.

Em entrevista concedia à equipe de reportagens do Portal Pebinha de Açúcar, Matheus disse ser um homem trabalhador e nunca roubou nada de ninguém. “Vim registrar essa ocorrência para me resguardar”, afirmou Matheus, mostrando as marcas da violência sofrida.

Outro lado

A reportagem tentou contato com “Neguinho da Voz” na Palmares Sul, porém, não o encontrou para que o mesmo comentasse sobre as acusações que pesam contra ele.

veja também