PARAUAPEBAS: Projeto de controle de população animal é apresentado para ONG’s

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Foi realizada na tarde da última terça-feira (02), nas dependências da Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ), uma reunião de alinhamento com as ONG’s responsáveis pelo acolhimento e cuidado de animais abandonados no município.

A reunião teve como objetivo apresentar aos representantes das ONG’s o projeto de controle de população animal, esclarecendo dúvidas como o pré e pós-operatório, processo e identificação dos animais com leishmaniose e estratégias para realização de castração na Unidade Móvel Veterinária, o “Castramóvel”, assim como a apresentação do projeto do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e do plano de trabalho que será realizado no ano de 2021.


De acordo com a diretora de Vigilância em Saúde (Visa), Michele Ferreira, a UVZ vem realizando parcerias com as ONGs e constantemente são feitas castrações em cães e gatos. “Antes da chegada do Castramóvel foram realizadas 738 castrações no ano de 2020. Com a chegada do veículo adaptado foram mais 171 castrações realizadas, totalizando 972”, destaca Michele Ferreira.

O secretário municipal de Saúde de Parauapebas, Gilberto Laranjeiras, ressalta a importância do Castramóvel e o quanto ele somará nas ações que serão realizadas no município. “O Castramóvel é um veículo adaptado, climatizado e revestido por material lavável e impermeável, dispondo ainda de duas mesas cirúrgicas, ar condicionado e um lavatório. Desde a sua aquisição pelo nosso prefeito Darci Lermen, já foram realizadas quatro ações experimentais passando por localidades como a APA Igarapé Gelado e complexo VS-10, pois o objetivo é levar o atendimento itinerante, ampliando a oferta de castração gratuita, circulando em bairros que possuem maior vulnerabilidade social e vilas rurais”, relata o secretário Laranjeiras.

O representante da ONG Apama, Clenilton, elogiou a iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e falou da importância dessa reunião, foram debatidos vários temas de saúde publica que são de suma importância. “Estou muito feliz com essa atitude da Vigilância. Precisávamos disso, desses esclarecimentos, até mesmo pra poder repassar as informações para a população da zona urbana e da zona rural”, declara.

A castração é a mais importante e eficaz medida de controle populacional para animais domésticos, ela evita a reprodução desenfreada, reduz os casos de abandono e a quantidade de animais nas ruas. Tudo isso vai impactar positivamente na saúde pública, pois com menos animais se reproduzindo e abandonados, fica mais fácil combater as zoonoses.

veja também