Parauapebas se destaca no quadro geral de medalhas do Open Internacional de Karatê

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Quase mil atletas de oito países participaram do Open Internacional de Karatê, em Parauapebas entre os dias 5 e 7 deste mês. O evento, realizado pela Confederação Nacional de Karatê (CNKB) e Federação Paraense de Karatê (Fepak), contou com a organização do Instituto Ágape e o apoio da prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel).

Os dias de competições intensas nos tatames do ginásio Islander Sousa movimentou torcidas. Ao todo 972 atletas representaram os seguintes países: Panamá, Paraguai, Guiana Francesa, Estados Unidos, Peru, Argentina e Brasil. Uma das categorias disputadas foi o Kata, que utiliza apenas movimentos de lutas imaginárias de forma individual, onde é levado em consideração a força, velocidade de execução, postura, atitude e bom condicionamento físico.


A cerimônia de abertura contou com várias autoridades, entre elas,  o  presidente Nacional da CNKB, Marcelo Lima de Araújo,  o diretor Nacional de Arbiragem, Alexandre Márcio Felisberto da Silva, a  secretária Geral CNKB, Ana Luíza Rodrigues Ramos, o presidente da Federação de Goiás e  diretor de eventos da CNKB, Luiz Eduardo Pereira de Freitas, o presidente da  Fepak, Agnaldo de Sousa Medeiros, a presidente do Instituto Ágape, Sandra Rios, alguns vereadores de Parauapebas como Zacarias Marques e o vereador Francisco Eloécio que preside a comissão de esportes na Câmara Municipal.

O secretário de Esporte, Leandro Gambeta, ao lado do adjunto, Jorge Guerreiro, o secretário Especial de Governo, Keniston Braga, e o vice-prefeito, João do Verdurão, marcaram presença.

O Hino Nacional foi tocado com a melodia preparada pelo violinista Felipe Saeff e o pianista Felipe Cunha, professores da Escola Municipal Maestro Valdemar Henrique. Durante o momento de pronunciamento dos convidados da mesa de honra, de forma unânime todos mencionaram o destaque que Parauapebas vem ganhando nos últimos tempos nas grandes competições e que a cidade a cada dia se torna um “berço” de talentos esportivos.

O Open Internacional de Karatê marcou a retomada das competições internacionais, após a paralização dos eventos esportivos, por causa da Covid 19. Outras instituições do município também participaram da programação, são elas: Asdecap, Agan, Instituto Samurai Zen, Arpak e Abadá.

“A prefeitura, quando oferece a oportunidade para as OSC’s, através do termo de fomento, sendo um recurso público destinado para desenvolvimento das atividades das instituições, uma criteriosa análise é realizada, para que possam ser contempladas, então espera-se que essas instituições saibam aplicar o recurso, pois precisarão prestar contas posteriormente. O Ágape, preparou um evento a altura do que o público merece ver. Temos trabalhado muito para que nossos atletas recebam o reconhecimento que merecem”, declarou Leandro Gambeta.

 

Categorias

As categorias que entraram nas disputas foram os Fraldinhas (04 e 05),  Mirins (06 e 11 – A, B e C), Infantil (12 e 13), Infanto Juvenil (14 e 15), Juvenil (16 e 17), Juniores (18 a 21), Adulto (22 a 31),  Master de 32 acima.

No domingo,07, aconteceram as finais entre os atletas faixas marrom e preta, ao disputarem pelo Comitê de equipe.

Países que se destacaram no quadro geral de medalhas:

1º lugar – Brasil foi o país recordista no número de medalhas, o que garantiu a premiação de destaque, 163(ouro), 151(prata), 252(bronze), somando um total de 566 o total de medalhas;

2º lugar – O Panamá, ficou com 7 (ouro), 1 (prata) e 2 (bronze) somando um total de oito medalhas, garantindo a segunda colocação, na premiação dos países que conquistaram um número significativo de medalhas;

3º lugar – Paraguai com 2 (ouro), 2 (prata) e 2 (bronze), garantindo seis medalhas e o terceiro prêmio de país com destaque no Open Internacional;

4º lugar – Peru 2 (ouro), 0 (prata) e 4 (bronze)- seis medalhas na soma geral e garantiu o quarto e último lugar na premiação entre os países participantes;

5º lugar – Estados Unidos, 1 (ouro), 2 (prata) e 0 (bronze)

6º lugar – Guiana Francesa, 1(ouro), 1(prata) e 2(bronze)

7º lugar- Argentina, 1 (ouro), 0(prata) e 3 (bronze)

 

 

 

veja também