Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Parauapebas supera a meta da campanha de vacinação do Sarampo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Depois da chegada do secretário municipal de Saúde de Parauapebas, Gilberto Laranjeiras, se nota uma melhoria em todos os aspectos do setor no município. “Isso é graças ao trabalho incansável de nossos servidores com o objetivo de cada vez melhorar os serviços ofertados aos nossos populares. O prefeito Darci Lermen determinou e nós estamos colocando em prática medidas importantes que já começam e melhorar a nossa saúde pública”, relata Laranjeiras.

Uma das provas das melhorias, é que iniciada no dia 27 de setembro, a campanha nacional de vacinação contra o Sarampo já encerrou em todo o Brasil, mas segue em Parauapebas. Graças ao trabalho intensificado ao longo da campanha, com ações externas, inclusive aos fins de semana, o município imunizou 4.007 pessoas, a meta era 2.480.


De acordo com os dados disponibilizados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), o maior público imunizado foi o de faixa etária de 6 a 11 meses, com 1.019 doses aplicadas. A vacina tríplice viral é aplicada de rotina nas crianças de 12 meses de idade em todos os postos de saúde. Para as crianças a partir de 15 meses, a segunda dose deverá ser aplicada a vacina Tetraviral, desde que já tenha recebido uma dose de tríplice viral, com intervalo mínimo de 30 dias.

A recomendação atual é que as crianças a partir de 6 meses até 1 ano também sejam vacinadas, esta dose não será considerada válida para o esquema de rotina. A criança deverá receber novamente a tríplice viral aos 12 meses e a Tetraviral aos 15 meses de vida.

“Não medimos esforços para manter as salas de vacina abertas; fizemos ação sábado, no shopping e tivemos uma boa adesão; além disso, fizemos monitoramento contínuo nas carteiras de vacinação das crianças, tanto durante as visitas domiciliares das equipes de Estratégia de Saúde da Família, como as que comparecerem nas Unidades de Saúde”, detalhou Michele Ferreira, diretora da Vigilância em Saúde (Visa) da Semsa.

A diretora reforça que, mesmo com o fim da campanha nacional, o trabalho de prevenção continua na cidade. A vacina contra o sarampo está disponível o ano todo em todas as salas de imunização, que ficam abertas de segunda a sexta-feira, das 07h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30, nas unidades básicas de saúde.

Publicidade

Veja
Também