Single Posts
Confirmados
26.267
Single Posts
Recuperados
15.327
Single Posts
Óbitos
177

 Publicidade

Parauapebas tem quase 150 mil eleitores aptos para as eleições 2016

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Parauapebas tem quase 150 mil eleitores aptos para as eleições 2016

O Cartório Eleitoral de Parauapebas concluiu os dados sobre o número total de eleitores que estão aptos a votar nas eleições municipais deste ano no município e em Canaã dos Carajás. Segundo os dados do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE), 149.582 eleitores estão aptos a votar em Parauapebas na 75ª e 106ª zonas eleitorais; e 39.833 em Canaã dos Carajás, que é atendido pela 75ª Zona.

Em Parauapebas e Canaã, a votação será pelo sistema de identificação biométrica. O cadastramento para o sistema encerrou no dia 19 de dezembro do ano passado. O eleitor que não fez o cadastramento até o dia 5 de maio, quando encerrou o prazo para tirar novos títulos, fazer transferências de domicílio eleitoral e regularizar situações pendentes com a Justiça Eleitoral, teve o titulo suspenso ou cancelado.


As eleições municipais deste ano, para a escolha de prefeitos e vereadores, acontecem no dia 2 de outubro. Em Parauapebas, a 75ª Zona Eleitoral conta com 176 seções, que irão funcionar em 16 locais; e a 106ª, criada em dezembro do ano passado, tem 269 seções, que irão funcionar em 26 locais.

Em Canaã dos Carajás, a 75ª Zona Eleitoral conta com 114 seções, que irão funcionar em 17 locais da zona urbana e rural do município. Segundo a justiça eleitoral, Parauapebas e Canaã tiveram crescimento expressivo do eleitorado nos últimos anos, chegando a mais de 100% no caso de Parauapebas.

Mas, o cancelamento de títulos também revela que o município teve retração no eleitorado do ano passado para cá. Isso porque muita gente se mudou devido à crise econômica, que afetou diretamente a oferta de emprego no município, um dos principais geradores de postos de trabalho do Estado por conta dos projetos minerais.

Reportagem: Tina Santos / Grupo Correio de Comunicação

Publicidade

Veja
Também