Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Pardal já registra mais de 480 denúncias no Pará

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O aplicativo “PARDAL” lançado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) já registrou 481 denúncias, só nos primeiros dias de funcionamento da plataforma.  Belém foi o município que liderou o número de registros de possíveis crimes eleitorais, ao todo foram 48 denúncias na capital paraense, onde os crimes eleitorais mais denunciados foram de: propaganda eleitoral irregular, com 24 casos, seguido de crimes eleitorais, com 13 denúncias registradas.

Em segundo lugar temos o município de Abaetetuba com 33 casos de crimes eleitorais, denunciados até ontem (02), onde o que teve maiores incidência foi o de propaganda eleitoral irregular, com 11 registros.


O Pardal é mais uma ferramenta da Justiça Eleitoral para coibir abusos e práticas irregulares durante as eleições 2016. “O denunciante faz a denúncia pelo aplicativo, através da Central do Disque Denúncia, onde a solicitação é observada e encaminhada para a Zona Eleitoral ou descartada, caso, seja trote”, explicou o Secretário de Tecnologia da Informação, Felipe Brito, do TRE-PA.

Todo o trabalho é feito entre em parceria com o Ministério Público Eleitoral (MPE) e a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O aplicativo é de uso gratuito e está disponível para download nas lojas virtuais Google Play e Apple Store para smartphones e tablets.

O eleitor poderá registrar suas denúncias também através do Disque Denúncia (0800 091 4751) e do sistema web, disponível na página inicial do site da internet do TRE-PA http://www.tre-pa.jus.br/eleicoes/pardal.

Publicidade

Veja
Também