Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Paysandu estreia em casa contra o Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O Paysandu inicia hoje (17) a caminhada em busca do tricampeonato paraense. A estreia no Campeonato Paraense será contra o Parauapebas, que tem jogadores que passaram pelo time bicolor. O jogo entre Papão e o Trem de Ferro vai encerrar a primeira rodada do Parazão. A partida será às 20h30 no estádio da Curuzu.

O Paysandu deve levar para o campo um time ainda em busca do entrosamento, afinal, foram apenas 15 dias de preparação, mas ao mesmo tempo manteve a base de um elenco de 2017. Já o adversário tem um time pronto, já que teve um mês de preparação.


Apesar do pouco tempo de preparação, o técnico Marquinhos Santos e os jogadores do Papão garantem que não vai faltar empenho e força para começar a temporada de jogos de 2018 com o pé direito. “Sem dúvida foi pouco tempo de trabalho para o que queremos. Até pela reformulação do elenco para 2018. Mas como a pré-temporada termina dia 28, vamos rodar o elenco. Nesse primeiro jogo, vamos priorizar quem esteja em melhor condição física e manter uma ideia de jogo e aí buscar o conjunto do que temos do ano passado. No jogo de amanhã (hoje) devemos estar com a perna pesada. Mas acredito que dentro de três ou quatro jogos a equipe esteja em igualdade com as demais. Tivemos uma jogo-treino na sexta-feira, que foi importante para visualizar os conceitos técnicos e táticos aplicados nesse pouco tempo de trabalho. Mas vamos dar continuidade ao que foi feito e evoluir para alcançar os objetivos traçados para 2018”, afirmou o técnico do Paysandu.

 

SEM CINCO

Para o confronto de hoje à noite, o Paysandu não deve contar com cinco atletas, por causa de regularização e por não terem a condição física ideal ainda. O atacante Yilmar Filigrana e o meia Pedro Carmona não conseguiram ser regularizados a tempo para a partida de hoje. Já o meia Danilo Pires, o lateral-esquerdo Victor Lindenberg e o atacante Cassiano também não devem jogar por questão de preparo físico. Mas a falta deles, segundo avaliou Marquinhos Santos, será suprida por outros jogadores que possuem boas condições físicas.

“O time passa muito pela questão do BID. Foram 12 trabalhos com bola, sendo 7 coletivos, mantendo a estrutura de equipe. Mas trabalhamos alternâncias para o jogo para ser aplicado hoje diante de imprevistos”, afirmou o técnico bicolor.

Reportagem: ORM News

Publicidade

Veja
Também