Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Período chuvoso chama atenção para riscos de proliferação do mosquito Aedes Aegypti

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Simples ações ajudam a combater o mosquito transmissor da dengue, zika e as febres amarela e chikungunya

Em Parauapebas, o período chuvoso chega para muitos como sinônimo de transtornos devido a alagamentos, inundações ou enxurradas. Basta alguns minutos para que moradores sejam atingidos diretamente com volume da água.
Entretanto, a preocupação não se restringe apenas as consequências quanto a infraestrutura das ruas e falta de saneamento. A área da saúde requer muita atenção.


O período chuvoso favorece a proliferação do mosquito Aedes Aegypti quando não se toma os cuidados necessários. Segundo a diretora do Departamento de Vigilância e Saúde, Michele Ferreira, o trabalho de combate ao Aedes é feito constantemente pelos agentes de endemias. Nesse período, as ações se intensificam, mas existem dificuldades.
“Realizamos as visitas domiciliares, temos um cronograma do carro fumacê. Mas, uma das maiores dificuldades é a resistência de muitos moradores em receber os agentes de endemias, até mesmo para dar uma orientação melhor”, destaca Michele.

Um dos pontos levantados pela Diretora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Parauapebas, foi a questão dos terrenos abandonados ou com pouca manutenção por parte de seus proprietários. O mato alto dificulta o trabalho dos agentes dessas localidades, o que pode facilitar a proliferação do Aedes.

A Diretora ressalta ainda que a comunidade deve ser parceira das ações de combate e que esse trabalho, inclusive deve ser feito diariamente.
“Tem que estar atento a caixa d’água descoberta, aos vasos de planta, enfim.
A população tem que se conscientizar que não adianta apenas cuidar do seu próprio quintal. É preciso pensar como um todo, afinal de contas, todo um perímetro pode ser foco do mosquito. Portanto, todos têm que fazer sua parte”, conclui a diretora.

Reportagem: Anne Costa / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também