Single Posts
Confirmados
21.805
Single Posts
Recuperados

11.263
Single Posts
Óbitos
155

 Publicidade

Pesquisa aponta Bolsonaro como favorito em todos os cenários nas eleições de 2022

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Bolsonaro descarta recriação do Ministério da Segurança Pública

O presidente da República, Jair Bolsonaro, lidera todos os cenários para as eleições presidenciais de 2020, com percentuais que variam entre 27,5% e 30,7%. Essa é uma das principais conclusões de um levantamento realizado pelo instituto Paraná Pesquisas entre os dias 18 e 21 de julho.
Entre os potenciais adversários derrotados estão o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), o ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT), o ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e o apresentador Luciano Huck.
No cenário com Lula, Bolsonaro vence o petista com 27,5% contra 26,3%. No cenário com Haddad, a margem é ainda maior, indo de 14,2% do ex-prefeito contra 27% do atual presidente.
Os nordestinos ainda são os brasileiros menos afeitos ao presidente, porém os que desaprovam o governo caíram de 66,1% para 56,8% entre abril e julho e os que aprovam subiram de 30,3% para 39,4%. Mas na região, Lula chega a ter ampla vantagem sobre Bolsonaro (34,1% a 18,7%).
O outro candidato do espectro, Ciro Gomes (PDT), não chega a muito mais que 10% em nenhum dos cenários.
A mesma pesquisa mostra que 48,1% dos entrevistados desaprovam a gestão do atual governo.
Entre os nomes de centro-direita, o ex-ministro Sergio Moro se destaca. Nas disputas de segundo turno, depois de Lula, inelegível pela lei Ficha Limpa, Moro é quem mais se aproxima de Bolsonaro (44,7% contra 35%).
Aos que gostariam de ver um candidato de Centro no Planalto em 2022, o levantamento do Paraná Pesquisas não traz boas novidades. Os dois principais nomes desse grupo, João Doria e Luciano Huck, tiveram desempenho pífio na pesquisa. Mesmo sem o nome de Moro no cenário, Doria alcança apenas 4,6% das intenções de voto. Nessa mesma simulação, Huck, que já beirou os 12%, cravou apenas 8,3%.

Publicidade

Veja
Também