Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Pesquisador apresenta análise sobre o crescimento populacional e urbanístico

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A exposição aconteceu na quarta-feira, 04, no auditório da Coordenadoria de Treinamentos e Recursos Humanos (CTRH), térreo do Centro Administrativo da Prefeitura de Parauapebas.

A análise feita por Rainer destaca a necessidade de se desenvolver projetos habitacionais de baixa renda, em harmonia com o meio ambiente. Ele apresentou trabalhos feitos na Universidade de Berlim por um grupo de 15 alunos de arquitetura, urbanismo e paisagismo, que desenvolveu ideias para o Morro da Castanha, em Parauapebas, para que o local possa tornar-se um parque público com habitações de baixa renda.


“Trabalhamos desenvolvendo ideias de como pensar a habitação de baixa renda com a topografia do lugar e o meio ambiente”, explicou o professor. Servidores das Secretarias de Obras, de Planejamento, de Habitação, do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (Saaep) participaram da apresentação. Na ocasião, Rainer Hehl expôs quatro diferentes projetos que reforçam o conceito de que a vegetação do lugar seja inserida na concepção dos projetos habitacionais.

O conselheiro municipal de Habitação, José Hélio Pereira da Silva, elogiou a apresentação e observou que os projetos apresentados vão cooperar ainda mais para a elaboração de projetos habitacionais de interesse social. “Agora temos que colocar em prática essas boas propostas”, declarou.

Para a secretária municipal de Habitação, Maquivalda Barros, os projetos apresentados pelo professor Rainer Hehl tem muito a contribuir com o município, com a política municipal de habitação.

Visitas

Ainda na quarta-feira, acompanhado por uma equipe da Sehab, o professor Rainer Hehl foi conduzido ao Bairro dos Minérios para conhecer uma área onde será implantada hortas comunitárias. O pesquisador aproveitou para fazer registros dos espaços verdes no bairro, criados pela Prefeitura a partir de um projeto de paisagismo, da creche que está em construção no local, do Centro de Referência de Assistência Social dos Minérios (Cras), da área onde será construída também uma escola de Educação Infantil, espaços de lazer e o Centro de Desenvolvimento Comunitário.

Em seguida, o professor foi levado ao projeto Alto Bonito, um dos mais completos projetos habitacionais do Estado do Pará. Fascinado pela grandiosidade da obra, Rainer Hehl declarou à Maquivalda que o Alto Bonito chega a ser ainda maior que muitos condomínios privados. “Eu queria morar aqui”, disse em tom de elogio à secretária de Habitação.
O Prof. Dr. Rainer Hehl representa o IfA (Instituto Für Architektur) e ADIP (Architecture Design Innovation Program), de Berlim.

Reportagem: Jéssica Borges
Fotos: Irisvelton Silva

Publicidade

Veja
Também