Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Pessoas voltam às ruas no sábado e índice de isolamento cai em todo o Pará

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

No último domingo (12), a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), por meio da Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac), divulgou o índice de isolamento social da população paraense. No sábado (11), o Pará ficou na 13ª posição, com taxa de 51,68%. Em todo o Brasil, apenas os estados do Amazonas (57%), Goiás (56,2% ) e Ceará (55%) registraram a taxa de isolamento superior ou igual a 55%.

Dos 144 municípios paraenses, a maioria apresentou a coloração amarela, variando entre 51% e 56%; e menos de 10 a coloração verde, apontando um bom número de pessoas que obedeceram a recomendação de ficar em casa, com a porcentagem acima de 66%. No Pará, essa é a segunda menor taxa registrada, ficando atrás do resultado de quinta-feira (9), que foi 47.90%.


“A nossa taxa de sábado é menor do que a de sexta-feira, mas é ainda maior do que a de quinta-feira. Sexta-feira as pessoas ficaram mais dentro de suas casas, até mesmo pelo motivo de que muita coisa não funcionou. Ontem teve um maior movimento, o isolamento baixou em todo o Brasil, e aqui foi possível perceber uma movimentação maior em feiras e supermercados. O Pará caiu, mas também não ficou no 15º, como anteriormente”, pontuou o titular da Segup, Ualame Machado.

Municípios – De acordo com o levantamento, os cinco melhores índices de isolamento, ou seja, onde as pessoas passaram mais tempo em casa respeitando a quarentena, estão nos municípios de Chaves (68,7%), Tracuateua (68,7%), Pau D’Arco (69,5%), Limoeiro do Ajurú (70,5%) e São João do Araguaia (71,5%).

Os piores índices de isolamento, ao analisar as cidades paraenses, ficaram com os municípios de Curuá (31,2%), Abel Figueiredo (34%), Nova Esperança do Piriá (39,2%), Tomé-Açu (40,9%) e Bagre (41,2%).

Descentralização – Os municípios de Marabá e Santarém irão abrigar Hospitais de Campanha para receber pacientes contaminados pela Covid-19. Nessas cidades, a taxa de isolamento esteve, nesse sábado, com 46,2% e 45,5%, respectivamente.

Belém e Ananindeua – Em Belém, incluindo os distritos, os bairros com as maiores taxas de concentração em casa no sábado foram: Praia Grande (73,1%), Águas Lindas (70,6%) e Castanheira (65,1%).

Já os bairros onde as pessoas desobedeceram à recomendação de ficar em casa, registrando um baixo índice de isolamento, foram: Pratinha (26%), Brasília (38,7%) e Maracangalha (39,5%).

Em Ananindeua, os melhores índices foram registrados nos bairros Coqueiro (75,3%), Atalaia (69,1%) e Jaderlândia (68,8%), enquanto os piores foram nos bairros Júlia Seffer (43,6%), Curuçambá (45,6%) e Maguari (46,2%).

No sábado, a capital registrou índice de 52,8% e Ananindeua 55,9%.

Índices de isolamento por bairro em Belém (11 de abril):

Melhores

Praia Grande (73,1%)

Águas Lindas (70,6%)

Castanheira (65,1%).

Piores

Pratinha (26%)

Brasília (38,7%)

Maracangalha (39,5%).

Índices de isolamento por bairro em Ananindeua (11 de abril):

Melhores

Coqueiro (75,3%)

Atalaia (69,1%)

Jaderlândia (68,8%)

Piores

Júlia Seffer (43,6%)

Curuçambá (45,6%)

Maguari (46,2%)

Publicidade

Veja
Também