Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

POLÊMICA: Vereadora propõe mudança no nome da Praça Mahatma Gandhi

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Inaugurada em 1990, no dia em que Parauapebas faria dois anos de emancipação política, a Praça Mahatma Gandhi é uma referência que aos longos dos anos foi palco de eventos e protestos; ponto de encontro de gente, hoje não mais tão jovem; e de outros que, ainda jovens, continuam se vendo por lá.

A Praça Mahatma Gandhi foi um presente que o então prefeito Faisal Salmen entregou à população sendo, na época, o lugar mais sofisticado da pequena e pacata cidade ao “pé da serra, na beira da mata e na curva do rio”.


O local se tornou um lugar para o qual não se consegue mais imaginar uma praça, mas um nome:

“Te espero na Mahatma Gandhi”.
“Vire uma rua depois da Mahatma Gandhi”.
“Fica ao lado da Mahatma Gandhi”.
“O evento será na Mahatma Gandhi”.
“A igreja São Sebastião fica na Mahatma Gandhi”.

Não se fala mais em praça, mas em Mahatma Gandhi.
Mas, contudo isso, a população foi surpreendida com a proposta de mudar o nome do lugar (praça) para Praça São Sebastião. A ideia partiu da vereadora Francisca Ciza (DEM) que, através da Indicação 218/2018, propõe que o prefeito Darci Lermen (MDB), encaminhe à Câmara Municipal decreto versando sobre a mudança de nome da praça.

Vereadora Francisca Ciza (DEM) / Foto: Anderson Souza

 

A parlamentar justifica que a atual praça, denominada Mahatma Gandhi, “fica no coração da cidade e é habitualmente frequentada pela população em geral, bem como considerada um ponto turístico; e que, nela, fica localizada a Igreja de São Sebastião, padroeiro de Parauapebas, a maior igreja católica do município.
Considerando que, mesmo que informalmente, muitos já chamem aquele logradouro de Praça de São Sebastião, pois, habitualmente, a praça que abriga uma igreja, recebe o mesmo nome da igreja que abriga. Em momento algum estamos querendo ignorar a importância que Mahatma Gandhi teve para a história, e em especial seus ensinamentos de se buscar os objetivos de forma pacífica. Mas, entendemos que, temos como homenagear o padroeiro de nossa cidade, e em especial, reconhecer como direito da Igreja ter a praça que a abriga com o nome do homenageado pela casa de fé”, justifica a vereadora, finalizando sua proposição com uma frase de Mahatma Gandhi: “Uma vida sem religião é como um barco sem leme”.

A proposição causou polêmica e dividiu opiniões. E você, é contra ou favorável ao projeto da vereadora?

Reportagem: Francesco Costa | Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também