Polícia apura crime de maus-tratos contra cadela em Eldorado do Carajás

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Uma cadela que estava sendo arrastada pela Rua São Geraldo, o maior centro comercial de Eldorado do Carajás, sudeste do Pará, por uma caminhonete L200 Outdoor de placas JVN-3A81, conduzida por um homem identificado pelas inicias N. M. V., de 49 anos de idade, causou a maior repercussão em todo o Estado do Pará, através de um vídeo que viralizou nas redes sociais.

O fato fez com que as autoridades policiais dessem uma resposta à sociedade que ficou chocada com o tamanho da barbaridade.


A Polícia Militar de Eldorado do Carajás, comandada pelo Tenente Honorato, disse que a guarnição comandada pelo CB PM Fabio, recebeu informações sobre um possível crime de maus-tratos de um animal (cadela), e através de vídeos que circulavam em mídias sociais, a guarnição, após fazer averiguação das imagens, conseguiu identificar a placa da caminhonete usada pelo indivíduo, e através do aplicativo “Infoseg”, ele foi localizado.

Diante das informações, a polícia identificou o condutor da caminhonete e o mesmo foi declarado morador de Eldorado do Carajás, logo em seguida, os policiais encontraram o acusado chegando para se apresentar espontaneamente. O homem prestou seu depoimento alegando que tinha apenas dado uma carona para o dono do cachorro, disse que um fazendeiro e seu vaqueiro colocaram o animal em cima da carroceria e amarraram o animal para que ele não caísse até chegar na fazenda.

O acusado continuou em seu depoimento se defendendo, dizendo que no decorrer do percurso a tampa da carroceria abriu, causando a queda do animal para o lado de fora e só percebeu o ocorrido quando a pessoa que estava gravando o vídeo o informou que o animal tinha caído e que estava sendo arrastado, e logo parou seu veículo, notando que o animal estava sendo puxado pela corda e imediatamente desamarrou o animal, prestando socorro, e ao chegar no destino do verdadeiro dono, foi acionado veterinário para prestar os cuidados necessários.

Publicidade

veja também