Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Polícia Civil divulga retrato falado do acusado de matar Deivid Borba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Polícia Civil de Parauapebas abriu inquérito policial para apurar o assalto que terminou com a morte de Deivid Borba Alves. A vítima era gerente de um posto de combustíveis em Parauapebas.

De acordo com informações repassadas à nossa equipe de reportagens, o crime aconteceu por volta das 15h30 de domingo (10), quando a vítima chegava ao posto de combustíveis denominado “Altamira”, localizado na rua Paulo Afonso, bairro Guanabara, onde era gerente, instante em que avistou uma dupla assaltando um dos frentistas da empresa.


Indignado com a ação criminosa, Deivid Borba que dirigia um veículo Prisma branco, reagiu ao assalto indo atrás dos bandidos, enquanto um fugia em uma moto, o outro elemento corriapela rua.
Ao alcançar o homem que estava correndo armado e usando capacete, Deivid Alves tentou atropelar o mesmo, chegando ainda derrubá-lo, instante em que o bandido atirou contra a vítima que foi atingida no peito.

Após balear Deivid Borba, os assaltantes deixaram o local tomando rumo ignorado, enquanto que a vitima foi socorrida pela Guarda Municipal e encaminhada para o Hospital Geral de Parauapebas (HGP), porém, não resistiu ao baleamento.

Foto de Deivid ainda em vida

 

A polícia requisitou as imagens das câmaras de segurança do posto e também das imediações, na tentativa de identificar os autores do crime.

Durante a tarde desta segunda-feira (11), autoridades policiais divulgaram o retrato falado do suspeito de matar  Deivid Borba que era sobrinho de Altamiro Borba, assassinado também em um crime de latrocínio (assalto seguido de morte), fato ocorrido a cerca de quatro anos, em uma casa lotérica no bairro Beira Rio.

Reportagem: Caetano Silva / Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também