Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Polícia Civil frustra arrombamento de agência bancária em Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Polícia Civil prendeu em flagrante dois homens no momento em que eles e outros dois comparsas tentavam arrombar a agência do Banco do Brasil, no município de Parauapebas, sudeste paraense, na sexta-feira (15). Com os presos estava o material usado no crime, que foi apreendido. A ação policial foi realizada por policiais civis da Delegacia de Repressão a Roubo a Bancos e Antissequestro (DRRBA) vinculada à Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO); da Seccional de Parauapebas; do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) de Marabá e da Superintendência da Polícia Civil na Região do Carajás. Com as prisões, os policiais civis impediram o furto da agência bancária.

O flagrante foi resultado do acompanhamento que já vinha sendo feito pelas equipes policiais da DRCO. Segundo o delegado Fausto Bulcão, titular da DRRBA, os policiais civis conseguiram identificar, durante a semana, que o grupo criminoso havia se reorganizado para praticar uma nova ação criminosa contra uma instituição bancária na região. “De posse das informações, as equipes da DRCO se deslocaram até Parauapebas, onde, em conjunto com equipes da Seccional de Parauapebas e da Polícia Civil de Marabá, fizeram a abordagem na agência bancária, logo após os suspeitos realizarem a desativação do sistema de monitoramento”, explica.


No momento da ação policial foram presos, no interior da agência, o paraense Adimur Régio Ribeiro Batista, de 42 anos, natural de Redenção (PA) e o mato-grossense Bertiê Ferreira Camargos, de 51 anos, natural de Cuiabá (MT). Outros dois homens, que estavam no local, conseguiram pular os muros da agência e fugiram por uma área de mata, no momento da chegada dos policiais civis. No local, foram apreendidos diversos materiais utilizados no arrombamento da agência bancária, que ficou com uma perfuração na parede. Os presos foram autuados em flagrante pelos crimes de tentativa de furto qualificado e por associação criminosa. Ambos já estão recolhidos à disposição da Justiça.

Foi a segunda ação criminosa de arrombamento de bancos evitada pela Polícia Civil do Pará em menos de um mês. Em 28 de maio deste ano, as equipes policiais da DRCO impediram o furto na agência da Caixa Econômica Federal, no distrito de Vila dos Cabanos, em Barcarena. Na ocasião, foram presos quatro homens em flagrante. Um deles é Ipson Naidio Iamomotti Pereira, natural do Estado do Paraná.

Reportagem: Walrimar Santos | Agência Pará de Notícias

Publicidade

Veja
Também