Single Posts
Confirmados
21.452
Single Posts
Recuperados

10.992
Single Posts
Óbitos
154

 Publicidade

Polícia Civil prende quadrilha que atacou carro-forte com fuzis e explosivos em 2019

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Polícia Civil prende quadrilha que atacou carro-forte com fuzis e explosivos em 2019

A Polícia Civil do Pará deflagrou na manhã desta quinta-feira (04), a operação policial que cumpriu mandados de busca e apreensão e prisão preventiva contra integrantes da quadrilha responsável pelo ataque a um carro-forte de uma empresa de transporte de valores em 31 de agosto de 2019, na PA-150, entre os municípios de Marabá e Eldorado dos Carajás, região sudeste do Pará. Seis pessoas foram presas.

Foram presos, pela participação direta e apoio logístico no crime: Régis Sotério Braga Martins, o Tio Patinhas; Gean Marcos Silva Silveira, o Bê; Francinaldo Santos Brito, conhecido como Cofe; Jorge de Barros Silva, o Junior Preto, e Jocélio Caldas da Silva, o Maguila.


A sexta pessoa presa é um funcionário da empresa de transporte de valores, contra o qual foi comprovado, no decorrer das investigações, que ele compartilhava informações de rotas e os valores transportados com os criminosos. A polícia apurou que ele atuava, na prática, como um facilitador para os crimes do bando.

Polícia Civil prende quadrilha que atacou carro-forte com fuzis e explosivos em 2019

 

O CRIME

Com uso de fuzis, um rifle ponto 50 e explosivos, o grupo criminoso atacou e roubou o veículo de transporte de valores. Os bandidos fugiram com todo o dinheiro.

A Polícia Civil acionou as equipes da DRRBA/DRCO para a coleta de elementos e a investigação identificou e localizou o líder da quadrilha, o baiano Manoel Pires de Oliveira, conhecido como Pastor ou Manel, que morreu após confronto com policiais da DRCO no município de Tailândia, no sudeste do Pará.

“O desenvolvimento do trabalho investigativo possibilitou a identificação e responsabilização completa do grupo criminoso, resultando em sua desarticulação. Nesta quinta-feira, foram cumpridos seis mandados de prisão preventiva e cinco mandados de busca e apreensão nos municípios de Belém, São Miguel do Guamá, Rondon do Pará e Marabá, bem como nos Estados de Goiás, Paraíba e Pernambuco”, ressaltou o coordenador da operação, delegado Fausto Bulcão.

Durante o cumprimento de um dos mandados na cidade de Marabá, região sudeste do Pará, foram encontradas na residência da esposa de um dos suspeitos, diversas munições de fuzil calibre 5.56mm, o que motivou a autuação em flagrante da dona da casa, Sidineia Barreto Salete.

Polícia Civil prende quadrilha que atacou carro-forte com fuzis e explosivos em 2019

A operação envolveu a Delegacia de Repressão a Roubos a Banco e Antissequestro (DRRBA), vinculada à DRCO, com apoio de Policiais Civis da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) e do Núcleo de Apoio à Investigação de Marabá (NAI/MBA). Também contou com apoio das polícias civis dos estados de Goiás, Paraíba e Pernambuco. Os presos foram ouvidos e transferidos ao Sistema Penitenciário estadual, onde já estão à disposição da Justiça, em Marabá.

Publicidade

Veja
Também