Publicidade

Polícia Civil prende quatro envolvidos em assalto a banco em Rio Maria

A Polícia Civil do Pará apresentou nesta sexta-feira (29), em entrevista coletiva, na Delegacia-Geral, em Belém, armas, munições e quatro presos envolvidos no assalto a banco ocorrido no último dia 18, no município de Rio Maria, no sudeste do Pará. Os presos são Anderson Ramires Souza Bastos; Talyson Michael do Nascimento Pereira; Rodrigo Costa da Umgria, de apelido “Neguinho Metralha”, e Francisco Alves dos Santos, conhecido por “Chicó”. Anderson e Talyson foram presos em Paraíso do Tocantins (TO), enquanto os outros dois foram presos em Redenção, no sul do Pará. Também foram apresentados três fuzis – dois de calibre 7.62 mm e um de calibre 5,56 mm.

Com a presença do delegado-geral Alberto Teixeira, a coletiva contou com o delegado Sérvulo Cabral, diretor de Polícia Especializada; Fausto Bulcão e João Costa, da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos e Antissequestro, vinculada à Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO). Além dos quatro presos apresentados em Belém, um quinto acusado – Lucas Otávio Benjamim de Souza – ficou em Redenção.


O delegado Fausto Bulcão informou que as investigações iniciaram no dia do assalto ao banco, quando cerca de 10 homens invadiram Rio Maria a tiros, pegaram reféns, explodiram cofres e fugiram. Com os levantamentos realizados, disse o delegado, foi possível localizar parte do bando.

No último dia 21, três dias após o roubo ao banco, Anderson e Talyson foram presos em Tocantins, após troca de informações com a Polícia Civil daquele Estado. No decorrer da operação, com apoio do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) e da Polícia Militar de Redenção, a equipe da DRRBA/DRCO perseguiu um carro onde estavam dois integrantes do bando. Houve troca de tiros.

Um dos acusados – Adriano Viana Guimarães – morreu, e Lucas Otávio Benjamim de Souza foi preso. O delegado-geral Alberto Teixeira enfatizou que, em todas as ações criminosas realizadas no Estado, a Polícia Civil deu respostas rápidas à sociedade. “Quem vir se aventurar no Estado do Pará em ações criminosas terá a pronta resposta”, afirmou. As investigações continuam para prender outros envolvidos no assalto ao banco. Os presos foram conduzidos para o Centro de Recuperação Penitenciário do Pará em Santa Izabel, Região Metropolitana de Belém.

Compartilhe essa notícia

Tags

Veja também

Pebinha de Açúcar Comunicação e Marketing
LTDA-ME – CNPJ: 05.200.883.0001-05
Parauapebas – Pará – Brasil
(94) 99121-9293 (whatsapp) | (94) 98134-2558

Acompanhe o Pebinha nas redes sociais

Copyright © Pebinha de Açúcar – 2018. Todos os Direitos Reservados.

Fechar Menu