Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Polícia continua investigando caso de pioneiro de Parauapebas morto com olhos vendados

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Durante a manhã da última segunda-feira (1), sob bastante comoção, o corpo de Olívio da Silva, que tinha 75 anos de idade e era conhecido como “Bode”, foi sepultado no Cemitério Jardim da Saudade, em Parauapebas.

“Bode” é pioneiro de Parauapebas e um dos fundadores da Palmares, localidade que cresceu bastante e nasceu de atividades de movimentos sociais como o MST, por exemplo. A vítima é bastante conhecida e sua morte revoltou populares, tendo em vista que os criminosos agiram com truculência.


Olívio da Silva é pai profissional de imprensa Josean Brito, conhecido como “Chocolate”. O corpo da vítima foi encontrado na noite do último sábado (31) dentro de sua própria residência no Bairro Tropical.

“Bode” foi morto covardemente com os olhos vendados e com as mãos amarradas para trás do corpo. Os policiais que estiveram no local afirmaram que o corpo não apresentava sinais de marcas de tiros e nem de perfuração feita por arma branca, apenas um ferimento na cabeça, possivelmente provocado por uma marreta. O objeto foi encontrado ao lado do corpo.

Agora, investigadores da 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas abriram inquérito policial para que os criminosos possam responder por este crime que chocou Parauapebas e região.

Publicidade

Veja
Também