Confirmados
27.650
Recuperados
18.995
Óbitos
190

 Publicidade

Polícia de Parauapebas prende quatro pessoas que vendiam abortivo Cytotec

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Tratam-se de Sócrates Gadelha dos Santos, Jucilene Pessoa dos Santos, Airton Ferreira Serafim e William de Jesus Serra Moraes. Eles foram presos por estarem fazendo a venda de abortivos Cytotec, que tem a venda proibida em todo o Brasil.

O abortivo
Cytotec é dos nomes comerciais do misoprostol, substância abortiva.
O misoprostol serve para induzir o parto em mulheres com dificuldades para ter dilatação e para expulsar fetos presos no útero após abortos naturais.
Desde 1998, a comercialização para o público em geral é proibida no Brasil – há permissão exclusivamente para uso hospitalar. Atualmente, uma única empresa brasileira detém autorização do governo federal para fabricar e comercializar o misoprostol.


Fotos: Divulgação / Polícia Civil

Publicidade

Veja
Também