Single Posts
Confirmados
27.118
Single Posts
Recuperados
17.094
Single Posts
Óbitos
184

 Publicidade

Polícia investiga caso de homem que foi morto com vários tiros no Bairro da Paz

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Polícia Civil de Parauapebas começará ouvir hoje (3) as testemunhas de um suposto latrocínio (roubo seguido de morte) que vitimou Manoel Carlos Carvalho da Silva, 29 anos de idade, assassinado com vários tiros de pistola 380, por volta das 19h00 de sexta feira (2) na rua Monteiro Lobato, esquina com Chico Mendes, bairro da Paz em Parauapebas.

De acordo com o sargento PM Severo, na hora do ocorrido, a vítima se encontrava parada sentada em sua moto Honda Bros, cor preta, placa MWV- 3567, Parauapebas, instante em que dois elementos em uma outra moto preta de modelo e placa não anotadas passaram por ele e em seguida retornaram e anunciaram o assalto tomando o celular da vítima.
Não satisfeito um dos indivíduos ordenou que a vítima entregasse também a moto, o que Manoel Carlos se recusou em fazer, entrando em luta corporal com um dos bandidos, instante em o bandido que estava seguro pela vítima teria gritado ao seu comparsa para que atirasse. “Atira nele, atira nele”, teria dito o assaltante, o que foi obedecido por seu comparsa que efetuou vários disparos de pistola 380, dos quais cinco atingiram a vítima que morreu no local.


Outra versão

Uma testemunha que não quis se identificar relatou que a vítima teria chegado ao local acompanhado de outro homem na garupa de sua moto Bros, e os dois teriam parado na esquina como se eles estivessem esperando alguém, a vítima permaneceu sentada na moto, enquanto que o homem que chegou com a vítima se encostou na moto, ambos conversando.
Após passar cerca de meia hora, ainda segundo as informações, teria chegado ao local dois homens em uma moto Honda Pop branca, momento em que teriam passado a conversar, logo após, entrando em uma discussão e em seguida em luta corporal, enquanto isso o até então desconhecido que estava acompanhando Manoel Carlos deixou o local correndo.

Após executarem Manoel Carlos, os assassinos se evadiram do local tomando rumo ignorado, sem levar a moto da vítima.
A polícia trabalha com duas hipóteses, latrocínio (roubo seguindo de morte) e acerto de contas.

Reportagem: Caetano Silva

Publicidade

Veja
Também