Single Posts
Confirmados
27.118
Single Posts
Recuperados
17.094
Single Posts
Óbitos
184

 Publicidade

Polícia investiga morte de colono na zona rural de Parauapebas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Policia Civil de Parauapebas abriu inquérito policial para apurar a morte do jovem Marcelo dos Santos Andrade, 32 anos de idade, natural de Santa Maria da Vitória (BA), que residia na Vila Onalício Barros, zona rural de Parauapebas, distante cerca 30 de quilômetros do centro da cidade. Ele foi assassinado com três tiros de revólver calibre 38, disparados por um indivíduo que estava em uma moto não identificada.

O crime aconteceu por volta das 07h30, da manhã desta segunda-feira, 03, num barraco que fica localizado na área de invasão após a linha férrea, distante cerca de cinco quilômetros da Vila onde a vítima morava.


Segundo Antonio Wilson de Andrade, pai sa vítima, seu filho teria passado a noite em uma festa na vila e pela manhã teria se dirigido ao barraco localizado no lote de invasão, logo depois, alguns colonos vizinhos de Marcelo Santos, ouviram três disparos em direção ao barraco dele, instante em que foram observar o que havia acontecido, e chegando lá, se depararam com o colono caído ao chão agonizando.

“Os vizinhos dele foram me chamar dizendo que Marcelo havia sido baleado, então eu vim com a mãe dele e ela se agarrou com meu filho, mas o mesmo já estava morto. Não sei o que pode ter acontecido, só sei que logo depois chegou uma mulher pedindo um celular que estava com ele, e ela foi três vezes atrás de mim querendo o celular, e eu não entreguei. Não sei o que tem nesse celular, então entreguei o mesmo para a polícia”, contou o pai da vítima, acrescentando que seu filho não tinha inimigos.

Entretanto, Antonio Wilson contou para reportagem que haviam duas situações a ser investigadas pela policia, uma delas, trata-se de uma discussão com um colono identificado por irmão “Neguinho” dono de um gado que dias atrás teria invadido a roça de Marcelo Andrade, e comido toda plantação, na data, ainda segundo seu Antonio Wilson,  seu filho teria atirado no gado vindo a atingir uma vaca que morreu dias depois.

O pai da vítima também apontou o nome de outro colono conhecido por “Vaninho”, que teria discutido com o filho dele, porém, o pai da vítima não relatou o teor da discussão.

O inquérito policial foi aberto e o crime está sendo investigado pela equipe de investigadores da delegada Yanna Azevedo, diretora da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas.

Após levantamento de praxe realizado pela Polícia Civil e perícia criminal, o corpo da vítima foi removido do local pela equipe de remoção de Instituto Medico Legal (IML) e encaminhado  à necropsia no Centro de Pericia Renato Chaves em Parauapebas.

 

Reportagem: Caetano Silva – Da Redação do Portal Pebinha de Açúcar

Publicidade

Veja
Também